Arminianos de coração sabem porque se deve evangelizar

  1. Missões está em nossas mãosDevemos evangelizar porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Antes que o homem tenha um encontro com Jesus, ele está totalmente destituído da glória de Deus. Foi assim que nos ensinou o apóstolo Paulo em Romanos 3.23: “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. Disse ainda que, para se tornar filho de Deus e cidadão dos céus, se faz necessário ter esse encontro com Jesus: “Mas, agora, em Cristo Jesus, vós, que antes estáveis longe, já pelo sangue de Cristo chegastes perto” (Ef 2. 13).
  2. Devemos evangelizar porque Jesus morreu por todos os homens, pois Deus não faz acepção de pessoas. Disse Pedro na casa de Cornélio: “E abrindo Pedro a boca, disse: reconheço por verdade, que Deus não faz acepção de pessoas” (At 10. 34). O próprio Cristo, em sua conversa com Nicodemos, disse: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (Jo 3.16), e ratifica: “Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele” (Jo 3.17). Ele não disse que uma parte do mundo seria o alvo de Deus, mas sim o mundo em sua totalidade é o alvo de Deus. Vejamos ainda o que disse Paulo a seu filho na fé Timóteo: “Esta é uma palavra fiel e digna de toda aceitação: que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores dos quais eu sou o principal” (1Tm 1.15); “Que quer que todos os homens se salvem e venham ao conhecido da verdade” (1Tm 2.4).
  3. Devemos evangelizar porque a expiação é ilimitada. Deus tem graça preveniente e suficiente para todos os pecadores. Jesus morreu por todos os homens. Mesmo sabendo que nem todos os homens aceitarão a fé salvadora, Deus anuncia que todos podem e devem se achegar a Ele. “Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis” (1Tm 4.10).
  4. Devemos evangelizar porque o homem, ao ouvir a Palavra de Deus, pode tomar a sua própria decisão de seguir a Cristo.De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela Palavra de Deus” (Rm 10.17). Jesus disse: “…: se alguém que vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me” (Lc 9.23). Disse Tiago: “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós….” (Tg 4.8). Portanto, a decisão de aceitar ou rejeitar a chamada é inteiramente do homem, pois a parte de Deus foi feita, quando enviou seu filho para morrer na cruz do calvário, para morrer por nós, provando assim o grande amor de Deus por toda a humanidade: “Mas Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8).
  5. Devemos evangelizar porque um dia a porta da graça se fechará, não tendo mais tempo para o arrependimento dos pecadores.Mas Deus, não tendo em conta os tempos da ignorância, anuncia agora a todos os homens, em todo lugar, que se arrependam, porquanto tem determinado um dia em que com justiça há de julgar o mundo, por meio do varão que destinou; e disso deu certeza a todos ressuscitando-o dos mortos” (At 17. 30,31). Vejamos bem o texto, que Deus chama a todos os homens de todos os lugares. Estaria Deus blefando, ou enganando a alguns dos homens, já que Ele teria os seus escolhidos já separados de antemão? Não. Deus não mente. Deus é verdadeiro. Portanto, o tempo é agora, como disse Paulo: “Porque diz: Ouvi-te em tempo aceitável e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação” (2Co 6. 2).
  6. Devemos evangelizar porque não sabemos quem vai aceitar, ou quem vai recusar o convite da graça, já que Deus deu ao homem livre escolha. Ninguém vai poder colocar a culpa no Pai Eterno dizendo que não teve oportunidade. Disse o escritor aos Hebreus: “Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos, depois confirmada pelos que a ouviram” (He 2.3); disse mais: “Portanto, como diz o Espírito Santo, se ouvires hoje a sua voz, não endureçais o vosso coração, como na provocação, no dia da tentação no deserto” (He 3. 7,8). Jesus chama a todos os homens dizendo: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei” (Mt 11.28). Cabe ao homem fazer a escolha certa. Moisés colocou diante dos filhos de Israel dois caminhos, o caminho da vida e o caminho da morte, e mandou-lhes que escolhessem: “Os céus e a terra tomo hoje, por testemunha contra ti, que te tenho proposto a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua semente” (Dt 30. 19). Deus dá oportunidade para todos os homens fazerem suas próprias escolhas.
  7. Devemos evangelizar porque essa é a missão que Jesus deixou para seus discípulos na terra.E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”(Mc 16.15,16); “Porque se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim se não anunciar o evangelho” (1Co 9.16); “Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue?” (Rm 10. 14).

Glórias sejam dadas unicamente ao nosso Deus!