IEADCG realiza estudo sobre dízimos e ofertas em suas congregações

Waldir Walker em palestraDesde o mês de fevereiro a tesouraria da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) promove um estudo com o tema: A bênção de ser fiel nos dízimos e nas ofertas. O objetivo dessa idealização é levar até as mais de 100 congregações de toda a cidade essa palestra com o presbítero Waldir Walker, 1º tesoureiro da IEADCG. Na ministração é trazida ao conhecimento de todos a realidade financeira da denominação e de suas congregações, e por meio de embasamento bíblico há a conscientização sobre a importância de ser um mantenedor da obra de Deus.

Essa ação é pioneira na IEADCG, mas segundo o presbítero Waldir Walker já é possível ver um despertamento da igreja para essa temática, uma vez que quem mantém o ministério são aqueles que o integram, sendo fundamental o apoio de cada um. “Quem mantém a igreja são os membros e congregados através do seu dízimo e oferta. A igreja precisa pagar energia, ela precisa pagar a água que consome, precisa pagar manutenção, então tudo isso requer dinheiro. Através dessa introdução a gente começa a deixar os irmãos mais à vontade e conscientes de que realmente é necessário fazer o uso do dízimo e da oferta como gratidão a Deus”, ressaltou o 1º tesoureiro.

Na noite do dia 23 de maio foi a vez da congregação Refúgio Eterno, localizada no bairro do Tambor, receber o tesoureiro para a exposição do estudo dessa doutrina. Por lá foi possível encontrar vários relatos de dizimistas fiéis. Desde os jovens até os mais velhos, o desejo de abençoar a obra de Deus está presente em cada coração. Assim como na vida do jovem Glereston Glauberton, que após colocar em seu coração o propósito de abençoar a obra de Deus, conseguiu a vitória que almejava. “Eu pedi bastante oração na igreja, inclusive no Círculo de Oração. E após muito clamor, finalmente Jesus abriu a porta de tanto eu insistir. Foi a partir desse momento que eu me tornei um dizimista em minha congregação”, testemunhou.

Outro membro da congregação que conversou com a nossa equipe de reportagem foi Maria do Carmo Lins. Com bastante experiência na fé cristã, ela sabe muito bem do quão prazeroso é contribuir com a obra de Deus. “Eu tenho experiências vividas do dízimo, eu dou com alegria. Não adianta dar assim forçado ou coagido por alguém. A gente tem que dar com alegria. A Bíblia diz que Deus ama aquele que dá com alegria”, compartilhou.

Dízimos e ofertasPara além desses testemunhos, os efeitos dessa mobilização nas congregações da IEADCG já vem surtindo efeito desde quando teve início a palestra. O tesoureiro Waldir Walker já vem acompanhando esses relatos e tem conhecimento de causa das bênção de Deus na vida da igreja. “Nós temos testemunhos através desse estudo de muitos irmãos até pessoas não evangélicas que já ouviram e participaram do estudo que passaram a ser dizimistas fiéis. A partir desse ato de fé Deus começou a abrir portas, a situação financeira das pessoas começou a mudar”, disse

Para o dirigente da congregação Refúgio Eterno, essa palestra é benéfica, pois trata de “um tema atual, e é necessário que a igreja exerça esse ato, como a própria palestra diz é um ato de fé. Os membros e congregados precisam ser dizimistas e ofertantes para que haja a manutenção da obra do Senhor. Só desfruta das bênçãos do Altíssimo aquele que é fiel na contribuição à Casa de Deus”, alertou o dirigente.

Na reportagem a seguir você confere como foi a palestra do dia 23 de maio na congregação Refúgio Eterno:  

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Veneziano Gonçalves