Nem todos entrarão no céu

Nem todos entrarão no céuHá uma corrente teológica generosa, que ensina que todos finalmente entrarão no céu. Dizem eles que Deus é bom demais para lançar as suas criaturas no inferno. Por isso mesmo, no final de tudo, ele levará todos para o céu. Mas a verdade não está com esses teólogos liberais, e sim com as Escrituras. Em matéria de céu, quem dá a palavra final, não são os teólogos, e sim a Bíblia Sagrada. E, não sãos as deturpações das falsas bíblias que estão editando por ai, que vão fazer a verdadeira Palavra de Deus cair por terra. Jesus disse: “Passará o céu e a terra, mas as minhas Palavras não hão de passar” (Lc 23.33). Portanto, quem dá a palavra final, é a Santa e Inerrante Palavra de Deus.

Quanto a quem vai entrar no céu, e quem não vai entrar lá, a Bíblia é muito clara, e nesta reflexão, procurarei salientar os textos sagrados, onde nos falam sobre esse importante assunto. A nossa opinião quanto a isso, pouco importa. Aqueles que acham que são palavras pesadas demais, pouco importa. Aqueles que vão achar Deus duro demais, pouco importa. Na verdade o que importa é o que diz a Palavra de Deus. Ela é a verdade! E o que importa também, é que o homem entenda isso, e abandone o pecado, tornando-se apto, através do sangue purificador de Cristo Jesus, para entrar no céu. O anjo que falava com João em suas visões do Apocalipse disse-lhe: “Bem aventurado aqueles que lavam as suas vestiduras no sangue do Cordeiro, para que tenham direito à árvore da vida e possam entrar na cidade pelas portas” (Ap 22.14).

O pecado sempre causou separação entre Deus e o homem, pois Deus aborrece ao pecado. O profeta Isaías assim diz: “Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus, e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça” (Is 59.2). Habacuque nos fala que Deus é tão puro de olhos que não pode ver o mal (Hc 1. 13). Na verdade, jamais Deus conviveu, nem jamais conviverá com o pecado.

O apóstolo Paulo nos exorta assim: “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os roubadores herdarão o reino de Deus” (1Co 6. 10). Jesus Cristo, o Filho de Deus, disse: “Nem todos que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome, não expulsamos demônios? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas? E, então, lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade” (Mt 7. 21-23). Na conversa que Jesus teve com Nicodemos, ele lhe disse: “… Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus” (Jo 3. 3).

Na carta aos Gálatas, Paulo lista as obras da carne, e conclui dizendo que os que tais coisas cometem, não herdarão o Reino de Deus, vejamos: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçarias, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias e coisa semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus” (Gal 5. 19-21). Escrevendo aos Colossenses, ele diz: “Mortificai, pois, os vossos membros que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o apetite desordenado, a vil concupiscência e a avareza, que é idolatria; pelas quais coisas vêm a ira de Deus sobre os filhos da desobediência” (Col 3. 5,6).

Após a pregação que o apóstolo Pedro fez no dia de Pentecostes, os seus ouvintes perguntaram: “…Que faremos varões irmãos? Respondeu-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para perdão dos pecados, e recebereis o dom do Espírito Santo” (At 2. 37,38). Porém, o Apocalipse, fala de homens que não vão querer se arrepender: “E os outros homens, que não foram mortos por estas pragas, não se arrependeram das obras de suas mãos, para não adorarem os demônios e os ídolos, de ouro, e de prata, e de bronze, e de pedra, e de madeira, que nem podem ver, nem ouvir, nem andar, e não se arrependeram dos seus homicídios, nem das suas feitiçarias, nem da sua prostituição, nem das suas ladroíces” (Ap 9. 20,21).

Nos dias atuais, existem homens que não se arrependem de seus pecados, e por não se arrependerem, eles não herdarão o Reino de Deus. As palavras apocalípticas são claras: “E não entrará nela coisa alguma que contamine e cometa abominação e mentira, mas só os que estão escritos no livro da vida do Cordeiro” (Ap 21.27), e continua: “Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira”(Ap 22.15).

Portanto amados, os céus não é pra todos como apregoam e alardeiam os teólogos liberais e generosos, mas é para os que se arrependem de seus pecados, confessam e abandonam ao pé da cruz de Cristo Jesus, e buscam uma vida de santificação abundante diante de Deus. “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado”(1Jo 1.7); “Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor”(He 12.14).

O Céu é para os limpos de coração.

Pr. Daniel Nunes da Silva