FAEPB oferece curso de Capelania

A partir do dia 22 de novembro deste ano começam as aulas do curso de Capelania Hospitalar da Faculdade Evangélica da Paraíba (FAEPB). Serão quatro módulos ministrados dentro de um mês que vão abordar temáticas abrangentes, desde a atenção ao paciente até o benefício à comunidade.

Segundo o coordenador adjunto, evangelista Mário Cézar, a ideia de promover o curso surgiu a partir do momento em que viu-se a necessidade de capacitação nessa área. “Na realidade acompanhamos a dificuldade de nosso povo em estar preparado para atuar nos hospitais e por isso propomos esse curso para melhor aperfeiçoar os irmãos que já atuam com capelania”, informou.

Quem vai ministrar as aulas é o pastor Ivandro Costa, que atuou como capelão durante 20 anos na Fundação Assistencial da Paraíba (FAP) e por 15 anos no 31º Batalhão de Infantaria Motorizado. Segundo ele, o curso vai promover conhecimentos do ambiente hospitalar para os capelães.

É salutar visitarmos os hospitais, as clínicas, para prestarmos uma assistência espiritual religiosa aos pacientes, e não só aos pacientes, mas aos familiares e agentes de saúde. Porém tem algumas coisas que devem ser observadas por essas pessoas, entre elas estão as normas hospitalares”, destacou.

O pastor ainda ressaltou que a capelania é uma missão específica e não são todos que têm esse chamado, porém, é necessário se capacitar para desenvolvê-lo com perfeição.

A gente precisa cooperar com aquele hospital, com aquela clínica que estamos visitando, e para isso não é de todo jeito. Então, esse curso visa, não somente o treinamento para algumas pessoas que sejam voluntárias, mas acima de tudo tem que ter amor. Não é todo mundo que quer fazer a capelania, nem todo mundo que tem aquela aptidão, não são todos chamados para essa missão específica. Por isso requer de treinamento, como em todas as áreas, principalmente quando se trata de capelania hospitalar ou militar”, ressaltou Ivandro.

No primeiro módulo será estudado ‘O paciente, seus sentimentos e necessidades’,  em seguida ‘O visitador suas funções e suas atividades’, o terceiro módulo ‘A visita suas regras e sua prática’ e, por último, ‘Os benefícios ao paciente, família, hospital e comunidade’.

Levar o amor, o carinho, o respeito às pessoas que estão em atendimento médico é fundamental, tendo em vista que eles ficam tristes por estarem naquele ambiente. Então, tem todo um processo que pode chegar a uma depressão. Nesse caso, o capelão ouve o desabafo do paciente e tenta ajudá-lo da melhor forma possível dentro das limitações do ambiente hospitalar”, finalizou o palestrante.

A expectativa da coordenação do curso é reunir em média 100 pessoas. O investimento será no valor de R$110, e as  inscrições estarão abertas até o dia 16 de novembro. As aulas serão ministradas nas quartas-feiras, no prédio anexo à congregação Rosa de Saron, no bairro Rosa Cruz. Para maiores informações entrar em contato com a coordenação da FAEPB pelo telefone: (83) 99636.3281.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: FAEPB