COFEC reúne 170 inscritos no Templo Central da IEADCG

Presente em todas as congregações da Assembleia de Deus em Campina Grande(IEADCG), a Escola Bíblica Dominical (EBD)  tem alcançado pessoas de diferentes idades. Sempre aos domingos pela manhã, jovens, crianças e adultos têm a oportunidade de aprender mais de Deus por meio dessa agência de ensino. Dividida em classes, a EBD oferta ao alunado lições enriquecedoras acerca das doutrinas bíblicas, tudo de forma gratuita, sendo aberta ao público em geral. A cada três meses é abordado um tema específico junta às turmas, contando com o envolvimento de pessoal habilitado que maneja bem a Palavra de Deus.

Visando capacitar àqueles que estão envolvidos nesse departamento de ensino da IEADCG, a coordenadoria de EBD da denominação promoveu, no último sábado (25), o Curso de Formação para Educadores Cristãos (COFEC). No segundo curso realizado este ano, 170 inscritos tiveram a oportunidade de ampliar seus conhecimentos didático-pedagógicos acerca do universo bíblico. Além das plenárias realizadas no Templo Central, houve ainda, no turno da tarde, a ministração de 4 oficinas com diferentes temáticas, cujo intuito foi qualificar o corpo docente da EBD. “As oficinas foram a novidade desse evento. Tivemos uma oficina sobre métodos e técnicas, recursos aplicáveis à EBD; oficina sobre a proficiência do gestor da EBD diante de tanto dinamismo, de tanta novidade; a parte didática da EBD com o presbítero Amós Santos; e a nossa parte de informática com o secretário Isaías Soares. Foi muito proveitoso, o pessoal está radiante de alegria pelos assuntos que foram tratados durante o COFEC”, resumiu o pastor Daniel Carlos Santiago, que é coordenador geral da EBD.

Atualmente, a EBD em Campina Grande conta com o envolvimento de quase 5.000 mil alunos matriculados, e o seu desempenho tem rendido frutos significativos ao longo deste ano. Segundo o secretário-geral desse departamento,  auxiliar Isaías Soares de Oliveira, “a nossa EBD em Campina Grande ela tem apresentado um crescimento da ordem de 27%, e nós temos hoje 4.800 matriculados. Desses 4.800 matriculados nós estamos com uma frequência na ordem de 67%, que isso dá em torno de 2.800 pessoas frequentando normalmente a nossa EBD. O que eu considero um rendimento bom para o ano, uma vez que nossa meta para crescimento, e para frequência de nossa escola fica na ordem de 15%, como a gente está com 27%, então eu considero um rendimento ótimo para este ano”, frisou o secretário.

A primeira palestra ministrada no turno da noite abordou como tema ‘A estrutura e a organização da EBD’, sob a direção do presbítero Alisson Maul, que é coordenador adjunto da EBD na cidade. Em sua plenária foram trazidas dicas de como dinamizar os estudos bíblicos. “Como um departamento da igreja, e como uma escola, nós devemos sempre levar uma nova dinâmica, uma nova criatividade, uma nova metodologia de ensino. Muitas vezes, a gente ensina, mas essa transmissão do conhecimento está baseada em questões tradicionais, muitas vezes a nossa metodologia já está ultrapassada, e os nossos alunos eles requerem disso, desde a classe maternal até jovens e adultos, o professor ele deve ser comprometido, o dirigente deve estar comprometido em observar essa EBD, criar mecanismos que tragam uma novidade da EBD”, orientou o presbítero.

Para a segunda plenária, o pastor Cleudimar Lima (AD Sousa-PB) trouxe contribuições significativas ao COFEC. Com uma vasta experiência em didática bíblica, o ministro destacou a importância do líder para o desenvolvimento de uma EBD. “É um tema bem interessante, um tema muito bom de dissertar, de falar, e é exatamente o que nós precisamos mostrar, a importância que tem o ensinador, o professor, o superintendente, enfim, o pastor da igreja. Acredito eu que, da melhor forma possível, estando sempre disponível, estando sempre preparado para ensinar, pois o tema trata-se de ensinar, e estar sempre disposto a angariar recursos, a criar métodos, dinâmicas, enfim, estar sempre disposto a promover o bem-estar da EBD”, expôs o palestrante.

Atraindo participantes de várias congregações da IEADCG, foi possível notar a presença de muitos professores da EBD. Dentre eles, o diácono Edbaldo Augusto da Silva que leciona na congregação Fonte Preciosa, no Bairro das Nações. Nas palavras dele, “a importância do ensino como a gente está aprendendo aqui nesse COFEC é muito bom para nós, principalmente nos tempos de hoje, quando nós estamos vendo muitas coisas erradas sendo passadas e nós temos que estar atentos porque assim a Bíblia diz que para manuseara a  Palavra do Senhor Jesus temos que estar aptos para isso”.

Professora de EBD há 12 anos, Ângela Virgínia Cavalcante, da congregação Mensageiro da Fé, enxergou no COFEC a oportunidade de “aprender e transmitir aquilo que aprendo através dessas capacitações, como também com as aulas aos sábados, no estudo dos professores, pois o aprendizado é mútuo, tendo em vista que tenho crescido mais no conhecimento porque há uma busca, há um chamado de Deus e a gente tem que buscar aprender para passar porque há muitos que não querem aprender, mas transmitir o conhecimento”, disse.

Repórter: Victor Posse
Imagens: Veneziano Gonçalves