IEADCG celebra última Santa Ceia do ano

Realizada mensalmente, sempre na segunda semana de cada mês, a Ceia do Senhor tem sido um mandamento cumprido pela Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG). No dia 11 de dezembro, o Templo Sede esteve tomada por uma multidão de fiéis, que ansiosos aguardavam o momento da celebração. Dirigida pelo pastor presidente Daniel Nunes da Silva, a solenidade mostrou-se proveitosa ante as bênçãos vivenciadas ao longo do ano. “Uma grande alegria podermos concluir o ano, 12 Ceias, com uma festa tão bonita, tão espiritual, tão alegre. A igreja tão cheia, os obreiros felizes. Então, é sem palavras, eu estou emocionado com tudo quanto Deus fez durante o dia e hoje à noite, aqui neste trabalho”, expôs o pastor presidente.

Por se tratar da última cerimônia do ano, houve uma programação especial junto aos obreiros do campo, que puderam participar de um devocional pelo período da manhã, o qual foi dirigido pelo pastor presidente Daniel Nunes da Silva. Na ocasião foram entregues alguns donativos para os obreiros e suas famílias. Essa ajuda proveio das Secretarias de Missões e Assistência Social da igreja em parceria com as congregações locais. Ao todo mais de 90 famílias foram beneficiadas. “Agradecemos a Deus por esse momento de estarmos encerrando mais um ano, e nesta última Ceia, e resolvemos abençoar os obreiros do campo com um lindo presente, dentre eles roupas, calçados e alimento, tudo isso fruto de doações vindas das congregações de nossa cidade”, explicou Adeilza Santos, coordenadora da Secretaria de Assistência Social (SAS).

Para o pastor Laquis Lima, vindo do campo de Damião (PB), integrar a última Ceia de 2017 foi uma verdadeira renovação, uma vez que a cada mês ele, juntamente com os demais obreiros, tem a oportunidade se confraternizar no Templo Central.“Estar aqui é recarregar as baterias, ouvindo aqui também o nosso pastor presidente na nossa reunião de obreiros, ocorrida no turno da tarde, na nossa Assembleia Geral, uma reunião maravilhosa tratando de assuntos espirituais. Então, isso faz um conjunto, a reunião de obreiros juntamente com essa última Santa Ceia, enfatizou.

Para a realização do evento, os diáconos são de fundamental importância. Servir na Casa do Senhor o ano inteiro, é motivo de satisfação para o obreiro Severino Bezerra. “É uma alegria imensa poder contribuir na Santa Ceia do Senhor. Há 4 anos estou auxiliando aqui, cooperando com esse trabalho, como diácono, que é uma função de muita importância, principalmente na Ceia, onde estamos servindo com alegria o corpo de Cristo”, relatou.

No culto à noite, a solenidade contou com a participação do pastor Nerildo Accioly (SP), que se sentiu lisonjeado por integrar a programação. “Para mim foi um privilégio imensurável estar participando da última Santa Ceia aqui na cidade de Campina Grande, onde a presença de Deus foi visível, real. Louvores que edificaram, cânticos  espirituais e a glória de Deus presente. Uma igreja viva, uma igreja atuante”, disse.

Em clima de louvor e adoração, a Ceia festiva contou ainda com o envolvimento do maestro Gilmar Santos, que juntamente com sua turma de alunos, apresentou um repertório conhecido do público evangélico. Deus tem confirmado o nosso ministério e através desse louvor nos temos ganhado muitas almas para Cristo. Hoje, dos que nós ganhamos para Deus, tem muitos que faz parte da orquestra, às vezes, com a turma de Galante, outra de Queimadas, e no Sertão da Paraíba, também tem na cidade de Lagoa, Mato Grosso, então tudo isso é para a honra e a glória do nosso Deus”, testemunhou o maestro.  

Mantendo viva esperança da volta de Cristo, a igreja segue perseverante. Anunciando a morte do Senhor até que Ele venha, o memorial cristão tem alimentado a fé dos que creem e aguardam a segunda vinda do Salvador. Ainda segundo o pastor Daniel Nunes, a Ceia “aponta para o passado dizendo que Jesus morreu por nós, aponta para o presente dizendo que Jesus está conosco e apresenta e aponta para o futuro, dizendo que Jesus voltará para buscar a Sua igreja”, frisou o pastor presidente.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Jonathan Alves

Compartilhar é se importar!