Cerimônia de formatura marca primeiro culto de missões do ano

O Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) ficou todo ornamentado no último domingo (7), para o primeiro Culto de Missões do ano. A ocasião também coincidiu com a cerimônia de formatura da Turma Manoel Dubu do Curso Formando Missionário.

Segundo o pastor Daniel Nunes da Silva, presidente da IEADCG, esse resultado demonstra o interesse dos alunos na obra de Deus. “Esse curso ele traz um impulso para missões. Porque todos os formandos estão animados, incentivados e preparados para trazer um novo momento para a nossa secretaria de missões, e para os projetos missionários da igreja”, destacou.

O projeto teve início em 7 de julho de 2017 e começou com 50 inscritos. Ao longo de 3 meses os alunos aprofundaram seus conhecimentos sobre a temática. Para a formanda Joselma Gaião, a iniciativa de fazer curso surgiu com a necessidade dos próprios projetos desenvolvidos pela igreja. “O desejo de fazer o curso surgiu a partir do momento em que os trabalhos vão surgindo aqui na Assembleia de Deus. E esse curso veio nos motivar a fazer a obra porque sabemos da grandiosidade que ele iria nos trazer. Sabemos que há uma importância muito grande do curso para as nossas vidas e tudo que estudamos tem sido muito relevante, porque absorvemos muito e só temos a crescer”, disse a formanda.

Pioneira no projeto, a Turma Manoel Dubu escolheu esse nome para homenagear o primeiro homem a ser batizado com o Espírito Santo no Brasil. E assim, na cerimônia de formatura, os 44 formandos agradeceram ao Senhor expressando em juramento o desejo de servir a Deus com suas vidas.

Para o coordenador do curso, evangelista Magdiel Costa, uma das características diferenciadas foram às aulas dinâmicas com um professor a cada módulo. “O método que nós adotamos foi de colocar para cada disciplina um professor distinto. Isso facilita para que as aulas tenham um dinamismo melhor. Porque para cada aula você tem uma expectativa de uma maneira de falar, uma maneira de ministrar, de passar o conhecimento sobre missão de um modo geral com especificações e em cada um dos professores havia um preparo bem empenhado porque todo o potencial do conteúdo que ele iria ministrar iria ser dissecado num só momento, então isso foi muito bom”, lembrou Magdiel.

Um dos alunos com melhor desempenho foi o diácono Filipe Barbosa, que recebeu certificado de conclusão do curso das mãos do pastor presidente Daniel Nunes da Silva. “A minha vontade de fazer esse curso partiu de um desejo interno, de uma chamada do próprio Deus. E aí ao longo do tempo quando eu comecei a cursar, eu percebi que o curso era bem mais motivante do que eu pensava. Cada professor trazia algo novo, pratico, objetivo e importante sobre missões. Eram 13 pessoas diferentes, e cada disciplina trazia um conhecimento bastante envolvente na área de missões, então isso possibilitou que eu me dedicasse mais”, lembrou Filipe.

E com o anseio de atuar ainda mais nessa área, os formandos já se sentem prontos para fazer a obra missionária. Para o evangelista Flávio Antônio da Silva, agora é utilizar todo o conhecimento que aprendeu em sala de aula. “Vamos colocar mais em prática aquilo que a gente aprendeu: a introdução missionária, a antropologia missionária, tudo aquilo que foi compreendido no curso. E é gratificante em aprender e por em pratica tudo o que a gente aprendeu para a glória de Deus”, falou.

De acordo com secretário da SEMAD-CGPB, pastor Pedro Tadeu, o curso vem incentivar ainda mais a membresia da igreja que tem a chamada para a obra missionária. “Eu creio que eles agora estão conscientes de que Deus quer algo mais deles para que a gente não estacione. E eu creio que para alguns deles, Deus já deve ter falado com propósito, algo maior que isso vai se consolidar ao longo do tempo. A nossa igreja ganha. Essa turma pioneira ela trouxe uma visão de possibilidade para muitos que estavam aqui”, expressou o secretário.

E como incentivo para os novos missionários, o pastor Daniel Nunes deixa a recomendação:

Nunca deixe morrer esse desejo missionário no coração, certamente todos aqueles que fizeram o curso, fizeram porque tem uma chama que arde no coração por missões, e quiseram então assim se aperfeiçoar mais. Então que nunca deixe morrer, que sempre procure na oração, na leitura da palavra e no trabalho do Senhor, fazer com que essa chance se mantenha sempre acesa”, concluiu o presidente da IEADCG.

As inscrições para a segunda turma do Curso Formando Missionário poderão ser feitas na Secretaria de Missões a partir do dia 22 de Janeiro até 12 de fevereiro. A apresentação será realizada no dia 4 de abril, às 19h30, e a aula inaugural no sábado, 07 de abril, sendo que os horários das aulas serão das 14h30 às 17h30.

O curso tem o valor de R$130, e o aluno tem direito a livro que contém o assunto dos 13 módulos, além do certificado emitido pelo IBADEP.

Maiores Informações: (83) 3063-1888

Reportagem: Karem Vasconcelos e Leonarda Barros
Imagens: Sergio Souza / SEMAD-CGPB

Compartilhar é se importar!