Culto de Ceia é marcado pela presença da membresia local

A celebração da primeira Ceia do ano, ocorrida excepcionalmente na última segunda-feira (15), aconteceu sob muita expectativa, uma vez que por se tratar de uma ordenança bíblica, tal memorial proclama a Nova Aliança na pessoa de Jesus Cristo. O ajuntamento se deu no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG), e contou apenas com a participação da membresia local, tendo em vista que os pastores das igrejas filiais só virão à cidade no período da Convenção, que acontece de 21 a 25 deste mês.

Mesmo com a ausência dos obreiros do campo, o Templo Sede esteve tomado por uma multidão que aguardava ansiosa pelo momento do partir do pão. Segundo o pastor Daniel Nunes da Silva, a solenidade surpreendeu, pois “a igreja esteve superlotada, os corredores também, e os nossos obreiros de Campina Grande realmente estiveram engajados e nós louvamos a Deus porque até aqui nos ajudou o Senhor”, frisou o pastor presidente.

Dentre os fiéis que se fizeram presentes na primeira celebração do ano, esteve o auxiliar Jairo Lima. Além de participar das ceias de sua congregação, no bairro da Liberdade, mensalmente ele vem ao Templo Central cercar a Mesa do Senhor. “Desde o ano de 2005 eu sempre estou aqui, sempre que posso eu estou aqui aprendendo a Palavra de Deus com os irmãos para a gente caminhar, até porque eu faço parte do ministério e é importante, muito importante, estar aprendendo aqui no Templo Central”, relatou.

Da Congregação Aliança Eterna, a irmã Betânia Negreiros desde que se batizou nas águas nunca perdeu uma ceia. O desejo de compor o corpo de Cristo sempre ardeu em seu coração. O incentivo de estar ceando pela primeira vez aqui no ano de 2018 é uma satisfação. Sou grata ao meu Deus por todos os benefícios que Ele tem feito em minha vida e quero estar presente ao longo deste ano, ceando e agradecendo ao meu Deus”, expressou.

Há quase cinco anos ornamentando a mesa da Ceia, a missionária Dilma Dantas capricha na hora da montagem dos elementos que compõem o ato solene. Essa responsabilidade é para ela “uma grande missão, pois foi através do aniversário pastoral que fui convidada pelo pastor Daniel Nunes para que passasse a organizar a Mesa do Senhor. Isso para mim é uma das melhores missões que Deus me deu”, compartilhou a missionária.

Além de dirigir o culto festivo, o pastor presidente destacou em sua ministração os atributos de Deus, trazendo ao público uma mensagem de estímulo para uma vida constante na presença do Senhor. “Eu creio que nada melhor do que despertar a igreja, no princípio de ano, para que a gente possa confiar e andar nos passos de Deus, na vontade de Deus, quando nós falamos nos passos de Deus é andar na direção de Deus, na vontade de Deus, e nada melhor do que ressaltar a onisciência, a onipresença e a onipotência de Deus, mostrando que Ele é capaz de nos conduzir em passos firmes e passos de vitória”, aconselhou o ministro.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Sergio Souza

Compartilhar é se importar!