Pr. Daniel Nunes celebra 54 anos de vida

A penúltima noite de festividades da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG), realizada ontem (25), foi de confraternização pela passagem do aniversário do pastor Daniel Nunes da Silva. A data já integra o calendário da Convenção desde o ano de 2012, sendo um momento marcante, não só para o aniversariante, mas para toda a igreja, amigos e parentes do pastor, que movidos por um mesmo sentimento louvam a Deus pela vida de seu líder.

Oficialmente, a data comemorativa só ocorre no dia 1º de fevereiro, mas em decorrência dos eventos realizados durante este mês, todos fizeram questão de prestar suas homenagens. A celebração contou com o envolvimento de um grande público que lotou o Espaço de Eventos, incluindo não só pastores de Campina Grande como também da região Nordeste e demais localidades do Brasil.

Departamentos como Coordenação de Apoio à Terceira Idade (COATI), União Feminina da Assembleia de Deus em Campina Grande (UFAD-CG), União de Esposas de Ministros da Assembleia de Deus em Campina Grande e no Estado da Paraíba (UNEMAD-CGPB), Orquestra Átrios de Louvor e Coral Silvino Silvestre também felicitaram o pastor Daniel por meio dos louvores. Minutos antes das homenagens, o pastor Moisés Leopoldino, vindo de São Paulo, ministrou ao público uma mensagem que enfatizava a necessidade do uso das armas espirituais para se obter a vitória em meio às batalhas contra mal.

Representando a Secretaria de Missões da IEADCG, o pastor Pedro Tadeu Maia expressou a alegria de trabalhar ao lado do pastor presidente e ter o apoio dele nas ações desenvolvidas pela SEMAD. “Para mim é um prazer estar tendo a oportunidade de refrisar todo esforço que o nosso pastor presidente tem feito pela ação missionária. Hoje trata-se de um dia especial, onde estamos comemorando o aniversário dele e isso nos traz grande alegria, primeiramente, porque ele tem sido um homem fiel a Deus, tem sido um homem chamado por Deus, um homem com uma visão missionária. Nosso trabalho missionário tem se consolidado aqui em Campina Grande, avançando as fronteiras e cruzando os continentes, e eu creio que ele ainda tem muito a fazer na obra missionária”, destacou o secretário de missões.

A história de vida do pastor Daniel Nunes se confunde com a da chegada das Boas Novas em Monteiro, no Cariri Paraibano. Ao vir à Paraíba em 31 de julho de 1982, a família Nunes iniciou um trabalho evangelístico em solo monteirense que até hoje tem rendido frutos. Desde sua infância, o atual pastor presidente da IEADCG tem trilhado os caminhos do Senhor, uma história que foi traçada sob o cuidado e o amor de Deus para com a sua vida.

Escolhido desde o ventre, o Pr. Daniel Nunes já estava amparado pela mão onipotente do Senhor. Antes de vir ao mundo, sua mãe, a missionária Maria Soares, ainda sentindo as dores do parto, numa fazenda no Estado do Paraná, estava confiante na providência divina para a chegada de seu filho. As lembranças do nascimento do pastor Daniel, há 54 anos, ainda permanecem vivas na memória de sua irmã Adelaide Nunes.

“Na época do nascimento de meu irmão, era o período da colheita de café. Meu pai havia chamado a parteira, naquela época era a parteira que cuidava das mulheres, das parturientes. Ela chamou meu pai Sebastião Nunes e disse que não tinha condições, que o nenê não iria nascer. Diante dessa notícia meu pai tomou uma atitude e foi orar no quarto. Naquele momento eu não sabia o que estava acontecendo porque eu tinha apenas 8 anos. Aí meu pai se pôs em oração e eu fui atrás dele. Meu pai começou a interceder e eu comecei a clamar também. Nesse momento, o Espírito Santo desceu sobre mim e eu fui batizada no Espírito Santo. Quando eu comecei a falar línguas estranhas, a parteira deu início ao parto e disse que ele havia nascido. Minha mãe também foi envolvida pelo poder de Deus e começou a falar em mistério, meu pai também. E foi assim que Jesus trouxe o meu irmão ao mundo”, testemunhou.

Mesmo antes de vir à Paraíba, o jovem missionário já iniciava seu ministério aos 9 anos de idade, quando começou a pregar em igrejas no estado do Paraná. De lá para cá, o pastor Daniel Nunes tem, em sua jornada de fé, mais de trinta anos de atuação na obra evangelística, sendo boa parte dessa caminhada trilhada em solo paraibano, onde constituiu família e foi empossado como presidente da Assembleia de Deus na cidade de Campina Grande no ano de 2011.

“Na Paraíba, eu posso dizer que já passei de tudo, passei pelas provas, pelos vales, pelos montes, já vi muitas secas, mas também muitos vales verdes, muitos momentos de alegria, de gozo, e o Estado da Paraíba representa a minha trajetória de vida e ministério, porque aqui eu casei, aqui gerei meus filhos, e hoje tenho a minha neta, sem contar os muitos filhos espirituais. Então, a Paraíba é a minha história”, expressou o pastor presidente.

Há 31 anos casado com a irmã Kátia Nunes, foi em Monteiro (PB) que o pastor Daniel conheceu sua amada e casou-se. Através dessa união foram gerados três filhos: Karem, Keiler e Daniel Junior. Enquanto auxiliadora em seu ministério, Kátia define seu esposo como “um homem especial para Deus, um pai exemplar, homem íntegro que procura guiar o rebanho que Jesus colocou sob os seus cuidados, que sempre procura fazer o melhor, ensinando a Palavra do Senhor. Eu tenho muitos testemunhos de pessoas que estavam aflitas e, no momento em que o Senhor usou meu esposo, através da Palavra, assim como um bálsamo, o Senhor Jesus falou aos corações e tranquilizou muitas vidas. E isso é Deus quem faz”, compartilhou.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Vitórya Fotografias