285 obreiros são consagrados no encerramento da Convenção 2018

O desfecho das festividades da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) se deu com a consagração de 285 obreiros das congregações da cidade e das igrejas filiadas à Convenção de Ministros no Estado da Paraíba (COMEAD-CGPB). A cerimônia aconteceu na noite da última quinta-feira (25) no Espaço de Eventos, anexo ao Templo Central, sendo dirigida pelo pastor presidente Daniel Nunes da Silva. Do total de quase trezentos consagrandos, 125 foram separados ao diaconato e 95 consagrados ao presbitério. Já na ordenação de evangelistas e pastores, respectivamente 46 e 19 candidatos.

Para o pastor Daniel Nunes, a consagração de obreiros é vista enquanto um momento especial para a igreja, uma vez que, diante do avanço dos trabalhos evangelísticos em Campina Grande e região, faz-se necessário o recrutamento de novos obreiros. “Quanto mais a igreja vai crescendo, vai também necessitando de obreiros. Então, é muito importante vermos hoje uma grande quantidade, quase 300 obreiros, entre diáconos, presbíteros, evangelistas e pastores. Isto revela também o crescimento da Obra”, enfatizou o presidente.

No turno da manhã, a Mesa Diretora da Convenção de Ministros da Assembleia de Deus em Campina Grande e no Estado da Paraíba (COMEAD-CGPB) esteve reunida no Templo Central da IEADCG para a instalação da 1ª seção da 49ª Assembleia Geral Ordinária (AGO). Um devocional marcou o início dos trabalhos, com a participação do pastor Jaime Pires (PA), que trouxe uma mensagem aos obreiros. Após uma pausa para o almoço, a AGO foi retomada às 14h30 com a 2ª seção, sob a ministração do pastor José Carlos de Lima (PB). Na sequência, foi trazido aos presentes a definição das Comissões e dos Conselhos que passam a integrar a gestão 2018, além do anúncio dos membros da Mesa Diretora da COMEAD-CGPB, que permanecem os mesmos do ano passado, sendo composta da seguinte forma:

Pr. Daniel Nunes da Silva (Presidente)
Pr. Dari Ferreira da Silva (1º vice-presidente)
Pr. Severino Ferreira de Lucena (2º vice-presidente)
Pr. Francisco da Conceição Marques Monteiro (1º secretário)
Pr. José Eriosvaldo de Farias (2º secretário)
Pr. Oziel Câncio da Silva (1º tesoureiro)
Pr. Silvio Jorge Pires Tenório (2º tesoureiro)
Pr. Jailton Barbosa da Silva (Comissão de Assessoramento)
Pr. Osvaldo Vaz de Oliveira (Comissão de Assessoramento)
Pr. Antônio Carlos dos Santos (Comissão de Assessoramento)
Pr. Abel Nunes da Silva (Secretário Adjunto).

Além disso, como acontece em todos os anos, também foi divulgado o remanejamento dos pastores das igrejas filiadas. Segundo o pastor Eriosvaldo de Farias, secretário da COMEAD-CGPB, os trâmites para a cerimônia de consagração se dão com meses de antecedência, sendo feita uma avaliação prévia junto aos candidatos à consagração. “Os critérios são bíblicos. Primeiramente, ser salvo em Jesus Cristo, ter a chamada para o ministério e desenvolver as tarefas eclesiásticas que, na verdade, o plano está na vida de cada um e é isso que é executado. Então, nós só executamos esse plano de Deus através da Palavra, e colocamos os homens naquele lugar aonde Deus os separou para tais fins”, esclareceu.

Minutos antes que a consagração acontecesse o missionário Jackson Marques, vindo de Belo Horizonte, trouxe ao público uma mensagem com base no capítulo 12 do livro de Atos dos Apóstolos, enfatizando a prisão de Pedro e sua libertação. Ao término de sua pregação, vidas aceitaram a Cristo, sendo uma das evidências do poder divino sob o evento. “Eu sempre digo que eu não prego para ser famoso, prego para que as pessoas entendam o Evangelho e possam chegar a Cristo, e é um meio muito poderoso de as pessoas serem alcançadas pelo Palavra de Deus, e eu acho que é a única maneira do Céu ser glorificado pela terra quando uma alma se rende. Então, eu acho que para fechar a Convenção, as almas que vieram à frente sem forçar e ouvindo, e entender o que foi dito, foi uma coisa gloriosa”, expressou o missionário.

Com lágrimas nos olhos e sob muito emoção, Geovandro Ferreira foi ordenado a pastor. Na ocasião, ele expressou o sentimento de contemplar o cumprimento da profecia recebida ainda na infância. “É muita emoção, e completa aquilo que Deus me prometeu há muito tempo atrás. Aquilo que realmente Deus tinha preparado para mim, desde quando eu nasci. Desde pequeno, minha mãe profetizava em minha vida que um dia eu seria pastor, e hoje eu vejo o que ela falou sendo confirmado, pois sempre estive consagrado aos pés do Senhor. Nessa noite eu estou muito alegre por tudo, que é uma das promessas que Deus concretizou em minha vida ministerial”, testemunhou. 

Quem também aguardou ansioso pelo momento da consagração foi Abraão Nascimento, que de auxiliar de trabalho foi consagrado a diácono da Casa do Senhor. “Há quatro anos que eu aguardava esse momento especial na  minha vida que Deus proporcionou hoje nesse dia e o que nos é dado, nos é cobrado. Então, eu fico feliz por Deus me conceder essa vitória, essa bênção porque tudo é no tempo de Deus e sou grato a Ele por me confiar e me por em mais um degrau acima, sei que é mais trabalho, mais responsabilidade, mas minha alma está alegre”, compartilhou o candidato a consagração.

Após 12 anos como evangelista da Assembleia de Deus em Belém do Brejo do Cruz, o obreiro Eliezer Pereira de Assis também compartilha da mesma emoção vivenciada pelos demais candidatos. “Sentimento de gratidão por tudo que o Senhor tem feito pela minha vida, era um momento muito esperado por mime por toda a minha família, e graças a Deus hoje daqui a alguns minutos estará se realizando em minha vida a promessa que Deus tem feito já há um bom tempo”, disse.    

Diante das maravilhas vivenciadas ao longo de cinco dias de festividades, o pastor Daniel Nunes diz ter valido a pena todo esforço e empenho diante do que foi a Convenção 2018. “Eu diria que foi uma apoteoso. Foram dias de glória, de bênçãos. Lógico que isso demanda trabalho, canseira, enfado. Acordar cedo, dormir tarde, mas o que é isso diante da grandeza da Obra, da magnificência do grande Rei, que é o nosso Senhor Jesus Cristo o dono desta Obra. Então, concluímos hoje, quase meia-noite, mas felizes, alegre, contentes por tudo quanto Deus fez. bendito seja o nome do Senhor”, finalizou o pastor presidente.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Vitorya Fotografias / Taysom Maytchael / Sergio Souza

Compartilhar é se importar!