CRU Campina promove evangelismo nas universidades

O ambiente universitário também pode ser um espaço para conhecer a Cristo e dividir experiências de fé com os amigos. É isso que um grupo de jovens faz semanalmente na central de aulas da Universidade Estadual da Paraíba, em Campina Grande. O movimento intitulado CRU Campus é um ministério interdenominacional que iniciou na década de 70 no Brasil.

Só em Campina, esse grupo conta com 35 pessoas que atuam de forma vigorosa em suas atividades. Segundo o líder local da CRU, Otacílio Oliveira, o intuito do movimento envolve 4 pontos fundamentais. “Nosso objetivo é justamente tentar deixar mais firme o relacionamento que as pessoas tem com Cristo, por meio de quatro pilares que são: oração, discipulado, evangelismo e envio de pessoas. Então, a gente tenta desenvolver o relacionamento deles mais solidificado com Cristo”, falou Otacílio.

Entre as atividades desenvolvidas pelos jovens, algumas ferramentas são indispensáveis como o ‘Conecta’, onde os participantes escolhem algumas imagens e contam um pouco de sua vida. O estudante Roberto Luiz participou pela primeira vez de uma reunião da CRU e demonstrou interesse no projeto. “Essa é uma forma de evangelismo incrível, uma reunião assim era exatamente do jeito que estava querendo encontrar, de jovens com o mesmo propósito que o meu”, destacou o jovem.

Além das dinâmicas, os participantes separam momentos para outras atividades, como ir de mesa em mesa, na central de aulas, para conversar com outros estudantes. Assim é possível compartilhar o evangelho com os demais universitários. Em uma dessas abordagens, uma jovem confessou não conhecer a Deus.

Nós temos o costume de ir às mesas, e nesse dia a gente foi em várias mesas. Às vezes o pessoal costuma não querer participar, então a gente teve algumas rejeições até chegar lá. Foi quando chegamos na mesa de uma jovem e ela disse: ‘sim, eu posso dedicar um tempinho para isso’. A princípio ela era muito fechada, ela não queria compartilhar da vida dela, deixou isso bem claro, só que depois de um tempo ela foi se abrindo e, justamente, falou que ela não via Deus ainda como um Deus que salva. Foi aí que a gente apresentou quem é Cristo e quando ela descobriu que Cristo traz salvação pra cada um, ela mudou a opinião que tinha antes”, testemunhou Otacílio Oliveira.

O auxílio oferecido pela CRU aos estudantes recém-chegados às universidades contribui para que a nova geração conheça Jesus. Esse foi um dos motivos pelo qual Karoline Silva se envolveu com o movimento. “Todos nós do grupo somos atraídos por um único propósito que é levar as boas novas do Evangelho na universidade. E mesmo muitas vezes atarefados, com tantas coisas da própria instituição, mas a gente se une nesse propósito de nos reunirmos, de crescermos espiritualmente, além do nosso propósito maior que é espalhar o amor de Deus nesse ambiente que é tão necessitado”, destacou.

Além das universidades, a CRU também atua em outros lugares, fixando ainda mais o vínculo entre os participantes. Para Glauciane Israely, essa também é uma forma de estreitar os relacionamentos e fixar o conhecimento de Deus no grupo. “Não só aqui na universidade, mas também fora. A gente participa de comunhão fora do ambiente acadêmico, a gente se reúne no Parque da Criança e em outros locais também pra se conhecer mais e criar um vinculo, além da universidade”, disse a estudante.

Experiências como essa, avivam o desejo dos integrantes de se capacitar para desenvolver melhor essas abordagens. Por isso, essas duas jovens, Karoline e Glauciane, estão se empenhando para participar de um congresso que vai acontecer no mês de setembro no Rio de Janeiro e, para isso, precisam de recursos financeiros.

Precisamos reunir doadores, basicamente 80 pessoas doando 20 reais, é uma quantia mínima para cada pessoa. E esse valor pode ser entregue pessoalmente, entrando em contato conosco ou qualquer pessoa que conheça o movimento. Ou também pode ser através da conta bancária. Nós estamos com uma meta de R$ 1.520 reais, para cada uma, entre passagem e o próprio custo da inscrição do evento”, explicou Glauciane.

Segundo Karoline, algumas estratégias já estão sendo colocadas em prática para alcançar o objetivo da viagem e do congresso. “Nós temos feito cantinas na igreja, sempre que possível. Também estamos enviando cartas de sustento para alguns amigos e familiares que podem nos ajudar, e estamos, principalmente, esperando a provisão de Deus. O Senhor já tem aberto portas, tem chegado recursos de onde a gente nem espera, então, nós temos confiado, aguardando no Senhor e fazendo aquilo que está ao nosso alcance”, disse Karoline.

A expectativa das meninas tem crescido à medida que se aproximam da meta. “A expectativa é de aprender muito, aproveitar bastante o conhecimento que vai ser passado lá no congresso, além de vermos a prática que vai ser passada pra gente sobre como apresentar o Evangelho a outras pessoas, com as ferramentas que nós aprenderemos lá no próprio evento. Então, isso vai ser uma experiência a mais, até para o meu crescimento espiritual e de outras pessoas também. Porque quando nós discipulamos alguém, nós também estamos crescendo, estamos conhecendo mais a Deus. Então, a partir desse evento eu poderei aprender mais ferramentas e passar para outras pessoas a mensagem do Evangelho”, concluiu Glauciane.

Para contribuir com as jovens você pode entrar em contato pelos telefones: (83) 98738. 5463 e (83) 98750. 5317.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Veneziano Gonçalves

Compartilhar é se importar!