2° Encontro de Corais da IEADCG reúne 330 coristas

Na manhã do domingo (18), a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) esteve em festa pelo 73º aniversário do Coral Pastor Silvino Silvestre e pela realização do 2° Encontro de Corais da denominação. A solenidade ocorreu no Templo Central da IEADCG, reunindo 350 cantores dos dez corais que integram o Departamento de Corais (DECAD).

O tema trabalhado para o evento deste ano pautou-se no livro de Apocalipse 22:17: ‘O Espírito e a Noiva dizem vem!’. Através dos louvores nós buscamos enfatizar a atualidade desse tema para a igreja do Senhor, que está vivendo os últimos dias. E foi pensando nisso, nos acontecimentos que evidenciam o retorno de Cristo que, em reunião com a liderança de corais, escolhemos esta temática”, esclareceu o presbítero Izaías Gomes, coordenador geral do DECAD.

Quem mantém forte ligação com o coral aniversariante é a irmã Rute Costa. Filha do pioneiro desse departamento, ela leva adiante esse legado musical. “O pastor de saudosa memória, Silvino Silvestre, convidou o meu pai, José Geraldo dos Santos, para iniciar um coral aqui em Campina Grande. E hoje, a minha alegria como filha é fazer parte deste trabalho tão maravilhoso e poder cantar no Coral Silvino Silvestre, fundado por meu pai”, destacou.

Em meio às vozes que formaram o grande coral durante a festividade esteve a de Leonardo Victor Costa. Há aproximadamente um ano no Coral Pr. Silvino Silvestre, o jovem corista, de 20 anos, diz ser “gratificante anunciar por meio de canções tão belas e arranjos tão marcantes, a vinda de Jesus. Nós estamos aqui dando o nosso melhor, dizendo: ‘Maranata, ora vem Senhor Jesus!’. E expressar isso em canto, expressar isso de forma cantada, é muito bonito. Eu me sinto muito alegre por isso”, partilhou.

A direção do culto festivo ficou por conta do pastor presidente Daniel Nunes da Silva que, na ocasião, destacou a importância do departamento de corais na Casa de Deus. “Neste segundo ano, nós já pudemos observar que o departamento está consolidado, compactado e um trabalho como esse fortalece cada dia mais os corais de nossa igreja porque, de certa forma, todos aqueles que ensaiam, que se debruçam para fazer algo com perfeição para Deus, eles tem o prazer de apresentar esse louvor, como a Bíblia diz: ‘Apresentai-vos a Ele com canto’. Então, eles chegam para apresentar o louvor e a adoração a Deus, e isto também tem dado notoriedade ao trabalho que os corais estão fazendo ao longo dos anos”, ressaltou o pastor presidente.    

À luz do tema geral do evento, o pastor Abel Nunes, vindo da Assembleia de Deus em Lagoa Seca-PB, enfatizou em sua mensagem a atualidade da promessa do regresso de Cristo. “Nós vivemos tempos em que as pregações já não estão mais sendo direcionadas para a volta de Cristo. E essa é a maior promessa que Ele nos deixou, de que um dia voltaria para nos buscar. Então, baseado nisso é que o Espírito Santo colocou no meu coração o desejo de falar realmente que nós temos que amar a volta de Jesus, desejar ardentemente a volta dEle e pedir: ‘Venha nos buscar'”, enfatizou o ministro.

Para o maestro Jeazi Almeida, que está à frente do Coral Colunas de Fogo, da congregação Tabernáculo de Deus, o envolvimento com a música lhe proporciona não só momentos de comunhão e aprendizado, como também serve como instrumento para propagar o Evangelho. “Através do canto coral podemos vivenciar diversas experiências, dentre elas a evangelização simultânea para as pessoas que estão a escutando, porque uma vez que a música ela esteja aliada à Palavra de Deus, ela também tem a propriedade de alcançar as almas e o espírito das pessoas, fazendo com que seja uma linguagem de fácil comunicação e de fácil entendimento”, afirmou.

  

A criação do Departamento de Corais da IEADCG se deu em outubro de 2016. De lá para cá, o que se vê são frutos de um trabalho que tem dado certo, testificando a relevância do canto coral para o fortalecimento da música sacra nos dias atuais. Uma igreja não pode subsistir sem o louvor, sem a adoração, em forma de canto, em forma de cântico, então faz total diferença. O coral, principalmente, com a música sacra, ele faz total diferença numa igreja“, pontuou o pastor Daniel Nunes.

Ao término da festividade foram entregues à liderança do DECAD troféus pelo honroso trabalho que vem desenvolvendo na igreja.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Sergio Souza

Compartilhar é se importar!