Esperança e Vida beneficia moradores no bairro do Catolé

A tarde do último sábado (7) favoreceu os moradores do Catolé, na cidade de Campina Grande, que receberam o Projeto Social Esperança e Vida. A ação social envolveu a equipe de assistência social da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, que tem escolhido bairros carentes para a realização de suas atividades.

Nós hoje estamos na travessa 24 de maio com verificação de pressão, teste de glicemia, corte de cabelo e temos o departamento infantil fazendo o trabalho com as crianças e ministrando a Palavra de Deus, louvores e brincadeiras”, falou a coordenadora do projeto Adeilza Santos.

Com serviços gratuitos, a equipe levou muita alegria para a comunidade, mobilizando os membros do setor 11 da Igreja que saíram às ruas evangelizando e convidando os moradores para a ação social, foi o que informou o pastor setorial, evangelista Felipe Pereira.

A igreja está saindo às ruas proclamando o Evangelho por meio de ação social e trabalho infantil. E com isso a igreja vai se expandindo, o nome da igreja se torna mais conhecido, o nome do Senhor vai sendo glorificado, e nós cremos que logo mais no culto vamos ter vidas aceitando ao Senhor através desse projeto”, disse.

E os moradores estiveram presentes aproveitando todos os serviços oferecidos pela equipe de assistência social da igreja. O estudante Antônio Costa, falou dos benefícios prestados a ele e a seus vizinhos pelo projeto.

Eu achei muito bom, porque trouxe atendimento para as pessoas que mais precisam, como corte de cabelo, saber como anda a saúde. Foi muito bom! Mesmo com as ameaças de chuva deu muita gente. Foi tudo muito bom”, destacou.

 O projeto social Esperança e Vida é realizado há mais de 6 anos e tem demonstrado a importância de atuar em áreas carentes da cidade de Campina Grande, sempre levando o social, mas principalmente a mensagem do Evangelho a pessoas que ainda não conhecem a Cristo.

A igreja em si tem que sair às ruas como Jesus nos ensinou, à procura das pessoas. Então, esse projeto é importante porque estamos fazendo a Obra de Deus na rua, tanto prestando o serviço social, como ensinando a Palavra de Deus, pois o nosso objetivo maior é esse: levar o amor de Deus à comunidade”, finalizou Adeilza.

Ao total 180 pessoas participaram da ação, sendo beneficiadas com todos os serviços disponibilizados. Além de participarem da distribuição de 10 cestas básicas. Como resultado do evangelismo e do culto, no final dos trabalhos 5 adultos e 9 crianças aceitaram Jesus como salvador de suas vidas.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagem: Veneziano Gonçalves

Compartilhar é se importar!