Juventude do Templo Central evangeliza moradores de rua

Os jovens que integram o Conjunto Cântico Pentecostal, do Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) iniciaram, na última terça-feira (19), um projeto que visa evangelizar moradores de rua. A ação aconteceu durante à noite na Feira Central, no Centro da cidade, e na periferia do bairro José Pinheiro, locais onde há um alto índice de pessoas que encontram-se em situação de rua.

Com o intuito de estender as atividades do departamento de mocidade para além do âmbito da igreja, a liderança do conjunto visa, por meio dessa iniciativa, estimular os jovens assembleianos a estarem engajados em projetos sociais e a exercitarem sua fé em favor daqueles que carecem de Jesus. O CPão é um projeto que visa a parte prática da vida cristã, observando o que dizem as Escrituras, que toda vida com Cristo produz frutos dignos de arrependimento. O próprio apóstolo Tiago vai dizer que é necessário andar lado a lado: fé e obras. Então, trabalhamos nessa perspectiva com o intuito de glorificar a Deus e expandir o Reino”, disse o líder de mocidade no Templo Central, presbítero Jean Pierre.

Identificado como CPão, fazendo referência às iniciais do Conjunto Cântico Pentecostal (CP) e ao sopão que é entregue durante a ação social, o projeto beneficiou cerca de cinquenta pessoas em sua primeira saída às ruas de Campina Grande. A mobilização contou com o envolvimento de 13 integrantes da mocidade, que além do alimento físico levaram a Palavra de Deus a quem iam encontrando pelo caminho. Um dos integrantes do projeto é Jonathan Alves, que extraiu dessa experiência um aprendizado importante. “A palavra que resume essa experiência é gratidão. Agradeço a Deus por ter participado e também pelo privilégio de servi-Lo e de ser um jovem destemido, que não mede distância para falar do Seu amor. Quando saímos dentro das quatro paredes, quando saímos do Templo ao encontro das vidas que perecem na sarjeta, nós conseguimos enxergar o quão maravilhoso é estar na presença do Senhor Jesus”, testemunhou.

Aliando fé e obras, o CPão propõe “realizar uma série de atividades, sugeridas desde o início do ano, que inclui uma ação social fora da igreja, para que possamos, de fato, contribuir com todas as esferas da sociedade”, reforçou o presbítero Jean Pierre.

O projeto é aberto a doações e os interessados podem contribuir por meio de agasalhos, cobertores, roupas, dentre outros donativos. “Nós contamos com a participação de toda a igreja para que a gente possa realizar essa entrega às pessoas que necessitam tanto dessa ajuda. Aqueles que não puderem contribuir, que orem, nos acobertem em oração para que tudo dê certo. E vamos propagar para a sociedade que a igreja, de fato, tem essa instrumentalidade, não apenas exercer a parte celebratória na igreja, mas ir às ruas à procura daqueles que estão perdidos, sanando suas necessidades e pregando o Evangelho, para que Cristo possa ser o Senhor de toda a sociedade”, finalizou o presbítero Jean.

O próximo CPão já tem data marcada para acontecer. Será no dia 31 de julho e a previsão é que haja o envolvimento de um número maior de voluntários.

         

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Cântico Pentecostal

Compartilhar é se importar!