Mais de 500 crianças participaram da Escola Bíblica de Férias

Guardar as Sagradas Escrituras em seu coração foi a mensagem ensinada às crianças que participaram da Escola Bíblica de Férias (EBF) nos dias 20 e 21 de julho no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG).

De acordo com o presidente da IEADCG e COMEAD-CGPB, pastor Daniel Nunes da Silva, a base para a formação do caráter da criança tem início na Palavra de Deus, onde partem todas as diretrizes para uma vida direcionada pela vontade divina.

A Bíblia é a base de toda a sociedade. O ensinamento da Palavra pode colocar uma sociedade em pé. E nada melhor do que começar ensinando as nossas crianças, como a Bíblia diz: Ensina o menino no caminho em que ele deve andar. Então, as nossas crianças que estão em fase de desenvolvimento, estão ainda tendo o seu próprio entendimento, a sua cognição ainda formada, nada melhor do que formar com a Palavra”, explicou.

Os 10 mandamentos foram apresentados à criançada que aprendeu, de forma criativa, as leis deixadas na Palavra de Deus para toda a humanidade. Mirellle das Mercês Araújo, de 10 anos, esteve entre as crianças participantes e compartilhou as lições aprendidas durante a ministração. “Eu aprendi que a gente tem que obedecer a Deus, e também tem que honrar pai e mãe. E tipo, não pode pegar nada escondido da bolsa da sua mãe, e não pode roubar também” lembrou.

Quem também participou da EBF foi Ivyna Rafaelle Domingos Tavares (10), que prestou bastante atenção naquilo que as tias trouxeram durante o evento. “Eu aprendi sobre os mandamentos, também aprendi sobre os versículos, e os livros que estão na Bíblia. Foi muito bom já. Essa é a segunda vez que eu venho aqui”.

A coordenadora Adjunta da EBF no Templo Central, Kelly Ferreira, reforçou a importância do tema para a nova geração. “A criança não é o futuro é o presente da Igreja. E nós temos que ensinar as nossas crianças a crescerem na graça e no conhecimento da Palavra de Deus, para que elas cresçam fundamentadas na Lei do Senhor”.

E foi assim que mais de 500 crianças, de 2 a 12 anos de idade, aprenderam de forma dinâmica com louvores, ministrações e atividades sobre a lâmpada de Deus para suas vidas.

Pela primeira vez na EBF do Templo Central, a pregadora infantil Suely Lima (MA) destacou aquilo que Deus propôs em seu coração para trazer aos participantes. “Ensinamos que a Bíblia é a Palavra de Deus e que ela é verdadeira, real e atual. Quando as crianças entendem isso fica mais fácil obedecer. Hoje o mundo está dizendo não creia. E nós precisamos dizer, creia. Acredite, Deus é real, e Ele nos deixou um livro. Ele nos deixou regras. Essas regras são inegociáveis, elas precisam ser obedecidas. Se você quiser subir, se você quiser morar no céu, obedeça as regras de Deus”, destacou.

Quem também esteve presente foi a Tia Jó e os Mensageiros da Alegria, que encantaram a criançada com seus louvores. “Para nós foi um grande prazer, porque é mais uma oportunidade de falarmos de Jesus para tantas crianças juntas. Todas de férias, então nós estamos aqui muito felizes porque estamos trazendo para elas algo que elas precisam caminhar durante todo o ano: Jesus”.

Para fixar melhor os conteúdos aprendidos na ministração, as crianças tiveram a oportunidade de realizar atividades em sala de aula e o resultado foi além do esperado. Vindo do bairro do Pedregal, Emanuel Maycon, de 12 anos, pôde entender tudo o que as as tias lhe passaram, sendo despertado a levar consigo a mensagem do Evangelho em seu coração. “Aprendi sobre os dez mandamentos que Tia Suely nos passou, que é importante ler a Bíblia, obedecer os pais, e não fazer coisas erradas como adulterar, e é muito importante essas coisas para as nossas vidas”, compartilhou.

Conscientizando as crianças quanto ao hábito de ler e amar as Escrituras, a Tia Suely trouxe à tona os propósitos existentes na Palavra do Senhor, destacando a verdade nela existente.

Hoje as crianças estão sendo ensinadas nas escolas seculares que a Bíblia não é verdadeira. Que a Bíblia é apenas um livro, que Deus é um mito. Então, a gente vem para uma Escola Bíblica de Férias como essa dizer: a Bíblia é a Palavra de Deus, ela é a luz para o nosso caminho, é a verdade de Deus e precisa ser amada e obedecida. Isso é muito necessário”, destacou Suely Lima.

Diante dessa necessidade, a IEADCG se mobiliza para continuar ensinando as Sagradas Escrituras às novas gerações.

A Igreja precisa prosseguir. Dentro de um mundo tão conturbado, cheio de tantas ideias errôneas que nós estamos vendo, aonde dentro das próprias escolas seculares vemos a tentativa de se ensinar coisas erradas para as nossas crianças. Então, nada melhor do que a Igreja fazer seu papel, que é de ensinar a verdade da Palavra às nossas crianças, firmando-as no caminho do Senhor. Somente assim o futuro da nossa geração, do nosso povo, estará garantido”, explicou o pastor Daniel Nunes da Silva. 

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Sergio Sousa / Veneziano Gonçalves

Compartilhar é se importar!