UFAD segue com calendário festivo em CG

Na última segunda-feira (23), as dirigentes, secretárias e auxiliares do círculo de oração no setor 3, estiveram presentes congregação Paz no Vale, no bairro do Pedregal para agradecer ao Senhor por todos os benefícios alcançados através da intercessão.

A congregação ficou pequena diante da quantidade de pessoas que prestigiaram a festividade. Kátia Nunes,  supervisora geral  da União Feminina da Assembleia de Deus em Campina Grande (UFAD-CG),  acredita que a cada ano o Senhor tem preparado maravilhas nesse ministério sendo possível ver através desses cultos.

Deus tem feito maravilhas, não tem sido diferente do ano passado, mas cada ano o Senhor nos surpreende. E eu louvo a Jesus porque Ele tem aprovado o trabalho das servas dEle. Mulheres que tem se empenhado na obra do Senhor e eu só tenho que agradecer ao meu Deus, por tudo o que Ele tem feito, por ter levantado essas guerreiras, essas mulheres que batalham, que oram, que clamam ao Senhor constantemente”, disse.

E nem mesmo a rotina agitada dessas mulheres as impede de separar um dia da semana para participar do círculo de oração. Para Maria José da Silva Santos, Deus tem renovado as forças diariamente. “a coisa melhor da nossa vida é quando a gente se dispõe para fazer a obra do Senhor. E eu costumo dizer na igreja amada, que Jesus quando eu chego em casa para lavar roupa, para cuidar nas coisas, nos afazeres domésticos, o anjo do Senhor me dá uma forcinha, e a gente amanhece renovada para estar na casa do Senhor”, lembrou.

E para destacar o poder da oração na vida das mulheres, foi apresentado um jogral que renovou o coração de quem estava presente com uma mensagem de perseverança. E foi sentindo a presença do Senhor que a campanha de visitas do setor 3 adorou a Deus em momentos de louvor.

Quem também acompanha o ministério da oração é o presbítero Alberto Berto que se sente beneficiado ao participar de uma festividade como essa. “Para mim é uma alegria muito grande participar do circulo de oração porque aqui a gente sente o poder que essas mulheres tem buscado através da oração, e isso impacta a nossa vida, eu já venho de três, começou no Alto Branco, veio no Santa Rosa e estou aqui na casa onde eu fui resgatado e para glória de Deus sentindo essa unção tão tremenda que é estar junto com essas mulheres e mulheres que oram”, afirmou.

Ministrando a palavra de Deus, a pregadora Maria do Carmo Rodolfo veio da Assembleia de Deus em Abreu e Lima (PE) abordar o tema da festividade em Eclesiastes 3 e Cantares 2.

Nós estudamos um pouco sobre o tema ‘tempo de cantar’ e também ‘Para tudo há um tempo determinado’ que esta escrito no livro de Eclesiastes capitulo 3. E o senhor Jesus tem pra cada propósito o tempo determinado na nossa vida, e Deus assim Ele tem feito coisas grandes em nosso viver. Mesmo que tenham pessoas que estão passando por tempos de choro, mas devemos lembrar que vai chegar o tempo da alegria”, destacou a pregadora.

O mesmo foi confirmado pela coordenadora do setor 3, Selma Martiliano. “Nós transmitimos para os irmãos que estiveram conosco, que apesar do que estão vivendo hoje, mas nós estamos no tempo do Senhor. Nós temos promessa, guardamos a esperança e temos fé que no tempo Deus vai nos dar a vitória”, lembrou Selma.

Diante de todo o trabalho desenvolvido pelas senhoras no setor 3, o pastor setorial, evangelista Pedro Alexandre, acredita que Deus tem abençoado essa obra.

Quando as mulheres, irmãs, amigas do circulo de oração põe o seu joelho no chão, a vitória é certa, os laços são quebrados, a enfermidade vai embora, e o nome do grande Eu Sou é glorificado, por isso é tão importante o círculo de oração. E hoje essa grande festa de comemoração e de adoração ao Senhor da Glória vem confirmar isso”, finalizou.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Veneziano Gonçalves

 

Compartilhar é se importar!