Setor 5 da IEADCG realiza Círculo de Oração festivo

O quinto culto festivo do Círculo de Oração, promovido pela União Feminina da Assembleia de Deus em Campina Grande (UFAD-CG), aconteceu na última segunda-feira (13) na Congregação Nova Jerusalém, no bairro da Liberdade.

Na ocasião estiveram reunidas as mulheres que integram o Setor 5 da IEADCG, que testemunharam as bênçãos alcançadas ao longo do ano. “Muitas maravilhas o Senhor tem feito em nosso meio, mas a maior delas foi a porta de emprego do meu esposo, que passou um ano e meio desempregado. Daí fizemos um propósito aqui no Círculo de Oração e Jesus abriu a porta”, disse Iara Alves que é tesoureira do Círculo de Oração do Setor 5.

Quem também tem contemplado o agir de Deus em sua vida é a dirigente do Círculo de Oração da Congregação Sementes da Fé, Josilene Muniz, que declarou ser “um milagre nas mãos do Senhor. Deus tem feito grandes coisas, tem feito maravilhas, tem feito prodígios. Hoje minha palavra aqui no Círculo de Oração é só de gratidão”.

O tema do culto em ação de graças foi baseado no livro do profeta Jeremias, capítulo 29, versículo 13. À luz desse trecho bíblico do Antigo Testamento, a liderança da UFAD teve o objetivo de reforçar ainda mais a necessidade de estar em constante oração, intercedendo uns pelos outros. “O Senhor Ele está falando à Sua Igreja, está falando para o Seu povo que realmente é tempo buscá-Lo com muita sinceridade, de coração aberto porque o Senhor tem muito a fazer. Ele só está esperando que a gente abra o coração e ore com sinceridade para contemplarmos oSeu agir”, ratificou a coordenadora do Círculo de Oração do Setor 5, Geni Nogueira.

O convidado a ministrar a Palavra de Deus no evento foi o pastor Tacieligton Lima, vindo de João Pessoa (PB). Nas palavras dele, o Círculo de Oração tem um sentido para lá de especial, uma vez que trata-se de “um trabalho, de fato, muito lindo porque eu fui gerado através da oração. Se eu estou aqui hoje é porque Deus levantou pessoas para orar pela minha vida e para mim é uma alegria, é uma satisfação justamente hoje ministrar em uma festividade de Círculo de Oração”.

Além de envolver cantores e conjuntos locais, o período musical também foi marcado pela participação do cantor Ivonaldo Albuquerque (PE). Acostumado a atender agendas em Círculos de Oração, o intérprete expressou o sentimento de vir à Igreja em Campina Grande e adorar ao Senhor. “É sempre bom vir para cá, dispensa comentários vir a esta cidade. O pessoal aqui é muito carismático, muito amigo, e a gente gosta muito disso e me sinto muito bem aqui. É honroso demais para mim, fico muito agradecido a Deus pela receptividade desta Igreja”, comentou o cantor.

A abertura dos Círculos de Oração festivos, iniciada no dia 4 de julho no Setor 1, já tem rendido frutos ao longo de sua realização. Segundo a coordenadora da UFAD, Rossana Freitas, as reuniões promovidas pela liderança feminina da Igreja têm sido o sustentáculo da Obra do Senhor, tendo em vista a sua abrangência. “O Círculo de Oração tem uma grande importância no meio da Igreja cristã, especificamente no nosso meio, porque as irmãs elas não apenas apresentam suas próprias causas, em trabalhos como esse. Nós temos um ministério muito grande para apresentar em nossas orações, um ministério que abrange missionários, pastores, evangelistas, muitas pessoas que precisam de ajuda espiritual. A nossa pátria também tem sido alcançada pelo nosso clamor”, explanou.  

Envolvida desde a sua conversão no ministério da intercessão, a secretária do Círculo de Oração do Setor 5, Irene de Souza, não se cansa de buscar a face do Senhor. A partir do envolvimento nessa Obra, ela  experimentou o sobrenatural de Deus, alcançando muitas vitórias. “O Círculo de Oração para mim ele tem um significado muito importante. Quando eu alcancei muitas bênçãos, foi onde eu conheci, na realidade, Deus bem de perto. Foi o lugar onde eu consegui experimentar o poder de Deus e receber as Suas bênçãos como o batismo no Espírito Santo”, testemunhou.

O próximo Círculo de Oração festivo será na Congregação Rosa de Saron (Setor 6), no bairro Rosa Cruz, na próxima segunda-feira, dia 20.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Veneziano Gonçalves / Pedro Henrique

Compartilhar é se importar!