Campanha de oração pelo NE se encerra com evangelismo em CG

Foi aproveitando o feriado do dia 7 de setembro que a Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) saiu às ruas da cidade para anunciar as boas-novas de salvação àqueles que prestigiaram o evento cívico na Avenida Floriano Peixoto, no Centro. A iniciativa fez parte do Projeto Nordeste para Cristo, que mobilizou a Igreja em períodos de oração e jejum pela Região Nordestina durante 31 dias.

A evangelização também se estendeu pelas ruas paralelas ao desfile e nas principais vias de acesso do município. Estima-se que 10 mil pessoas participaram da Programação da Semana da Pátria, que contou com envolvimento de quase 60 entidades do município.

O coordenador de Grupos Familiares da IEADCG, Pr. Rogério Trigueiro, esteve engajado nessa ação. Segundo ele, a campanha de oração em favor da Região Nordeste foi bastante proveitosa, uma vez que “a Igreja esteve engajada no projeto através do clamor e do evangelismo que nos foi proposto, pois esse é o fator central para termos um crescimento significativo na Igreja do Senhor. A nossa missão é ganhar almas para o Reino de Deus”.

Para atender a essa demanda, a Secretaria de Missões da Assembleia de Deus disponibilizou para a mobilização cerca de 70 mil exemplares de literaturas bíblicas, as quais foram distribuídas pelos departamentos da Igreja que se articularam na proclamação do Reino de Deus em quase toda a cidade.

Entre eles esteve a União de Adolescentes da IEADCG (UNAAD-CG), que durante o evangelismo cumpriu o Ide de Cristo. Através do Nordeste para Cristo nós conseguimos estimular a nossa juventude a orar pelo nosso Nordeste e, de certa forma, pela nossa nação que hoje encontra-se numa situação bastante necessitada, porque nós sabemos que só o Senhor para levantar, para conduzir o Seu povo e o povo também que estará dirigindo a nação”, destacou Marília de Brito, coordenadora adjunta da UNAAD-CG.

Para o componente do Conjunto Geração Eleita, Josué Hilem de Almeida, esse envolvimento lhe proporcionou uma maior intimidade com Deus, algo fundamental para quem anseia difundir a mensagem de salvação. “A gente acaba que se envolvendo, de certa forma, havendo essa proximidade, de se aproximar de Cristo para que assim estejamos preparados. Esse é um dia muito importante, porque a gente entrega a Palavra, cumpre o Ide que Deus nos ordenou, e isso não se limita apenas ao dia de hoje”, descreveu Josué Hilem.

Em meio aos pelotões que desfilaram esteve o da Convenção das Igrejas e dos Militares Evangélicos do Brasil e do Exterior, que trouxe à tona a vinda de Cristo. A União dos Músicos da Assembleia de Deus também esteve envolvida na programação da Semana da Pátria. Após cinco anos sem desfilar no 7 de setembro, a banda trouxe em seu repertório canções do hinário cristão. “É sempre muito emocionante, porque a gente trabalha geralmente o evangelismo em nossas apresentações que se dá normalmente em bairros, mas estar num evento que é da cidade inteira com outros entidades é algo indescritível. Eu acho que é muito importante haver essa representatividade da Igreja”, disse.   

Para quem esteve engajado durante o mês dedicado à intercessão pelo Nordeste brasileiro, o desfile cívico em Campina Grande foi um momento oportuno para apregoar o Evangelho e testificar sua fé em Cristo Jesus. “Estamos fechando com chave de ouro esse trabalho, crendo que através da oração que foi feita durante 31 dias nós possamos hoje ou mesmo lá na frente, através do evangelismo, ver o fruto gerado com a salvação de almas, finalizou Marília de Brito.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Jonathan Alves

Compartilhar é se importar!