Sabedoria foi o tema estudado nos eventos paralelos

Durante os dias 14 a 17 de Janeiro, outros eventos aconteceram paralelo aos estudos no templo central. Para as crianças inscritas na 7ª edição da Escola Bíblica de Obreiros Mirins (EBOM), a semana contou com uma programação bem intensa. O encontro foi na congregação Príncipe da Paz, onde reuniu mais de 100 crianças por dia.

Além de momentos de lazer, as crianças também participaram de estudos bíblicos com divisão de classes por faixa etária abordando o tema geral do evento: sabedoria, baseado em Provérbios 1. 5.

A pequena Ana Gabriela de 6 anos, veio da cidade de Montadas (PB) participar da EBOM. “Eu vim conhecer mais histórias sobre Jesus e fiquei  toda animada querendo conhecer mais coisas, mais crianças”, disse.

Outras crianças também ficaram encantas com as histórias contadas pelas professoras. Natan Pietro de 9 anos já participou outras vezes da EBOM e contou o que aprendeu sobre o rei Josias. “Ele reinou com 8 anos, e porque o avó e o pai dele eram maus, ele percebeu que o povo estava pecando e ajudou eles a não pecar mais”, lembrou.

  

De acordo com a coordenadora, Gláucia Maria Leal, foi através dos exemplos bíblicos que a turma aprendeu de forma lúdica, temas importantes e que precisam ser estudado nas escolas seculares. “Voltamos um pouco para falar sobre sabedoria, a cerca dos temas que são estudados nas escolas, entre eles a ideologia de gênero. Nós sabemos o quanto as crianças estão sendo atingidas em alguns pontos sobre esse tema e nós fizemos aqui a ênfase da criação e da sabedoria, de sermos aquilo que Deus nos fez”, destacou.

Quem também esteve presente e reforçou a mensagem da palavra de Deus foi a Tia Jane, da cidade de Queimadas (PB). “Esse é um tema tão importante para essa geração que vem enfrentado muitas lutas. O inimigo tem se levantado com fúria para atingir essa geração, mas hoje as crianças aprenderam a dizer não ao mal, não a essas ideologias que estão nascendo e crescendo querendo atingi-las”, falou a pregadora.

Provérbios capitulo 1, versículo 5 também foi trabalhado por outro grupo que passou quatro dias empenhado nas escrituras sagradas. A congregação Nova Jerusalém no bairro da Liberdade foi o local escolhido para reunir cerca de 50 jovens e apresentar uma programação diferente dos anos anteriores.

Um dos palestrantes foi o evangelista Tiago Rosas que ensinou sobre a Teologia Arminiana. “Passamos para eles os cinco principais pontos da doutrina da salvação conforme a nossa perspectiva arminiana e pentecostal. Falamos sobre pecado, salvação, graça, fé, arrependimento e vida eterna que são assuntos dos mais importantes e cruciais da nossa fé cristã. E estou contente porque pude contar com a participação deles durante a ministração e as perguntas que foram respondidas, ao final da nossa exposição”, disse Tiago.

O pastor Joaquim de Andrade, esteve pela primeira vez participando da EBJovem e apresentou seu material sobre seitas e heresias. Segundo ele, é crucial que a juventude aprenda as escrituras sagradas.

É muito interessante a temática que estamos abordando, porque hoje os questionamentos são muitos. E os jovens com o advento da internet, acabam por sua vez aderindo a algumas idéias que não são bíblicas e infelizmente muitos jovens, não tem uma preocupação de estudar a palavra de Deus: a bíblia. Então eu louvo a Deus pela oportunidade de estar aqui advertindo os jovens sobre o perigo de determinados grupos religiosos e determinadas doutrinas”, alertou o pastor.

Outra questão importante é o incentivo a busca de conhecimento bíblico, apontada pelo palestrante. “É muito bom que o jovem questione, tire suas duvidas. Porque, por exemplo, o ateísmo cresce assustadoramente entre jovens e adolescentes, e tudo isso porque muitos da nossa igreja não estão dando a resposta para eles. Então infelizmente há uma grande proliferação de doutrinas heréticas, da propagação do ateísmo por intermédio da internet, e com isso esses jovens são afetados e a igreja não dá a resposta para eles, então por isso é importante defender a fé que de uma vez por todas foi entregue aos santos”, destacou pastor Joaquim.

Precisamos saber o que cremos, como cremos e por que cremos? Os nossos jovens estão sendo bombardeados tanto por alguns segmentos religiosos, quanto pelo ateísmo na faculdade, a descrer da salvação em Cristo, da vida eterna, da experiência dos milagres e dos dons espirituais, então trazer esses ensinamentos para a escola bíblica dos jovens é ajudá-los a conhecer através da bíblia, de uma teologia ortodoxa aquilo que nós cremos, para firmar a fé e fazermos a defesa da nossa doutrina, nos ambientes a que formos chamados a fazer essa defesa”, reforçou Tiago Rosas.

Foi através dessas temáticas que o interesse da juventude foi despertado para defender a sua fé cristã como disse uma das participantes Yasmin Ferreira. “Eu acho que a gente tem por obrigação saber em que nós acreditamos e como nós acreditamos. Então essas palestras, elas são muito edificantes, nos ajudam muito a entender melhor em que nós cremos”, falou.

 

  

O estudante Marcos Costa veio de Pio X, no distrito de Sumé (PB) participar exclusivamente do evento e deixou suas impressões sobre as temáticas esse ano. “Eu participo da Escola Bíblica de Jovens há 8 anos e gosto muito de vir buscar a aprender mais de Deus. Esse ano eu estou gostando das palestras, que eu realmente gosto de aprender e gosto de estar aqui aprendendo. Eu sei que é algo complexo, mas precisamos buscar a Deus a compreender mais e mais sobre isso”.

Além do conhecimento bíblico, os jovens também foram incentivados a continuar a busca pela sabedoria. A coordenação da UJAD (União de Jovens da Assembleia de Deus), através do evangelista Mário Cezar separou presentes especiais para os inscritos.

Nós adquirimos 60 livros que serão entregues a cada um desses jovens, para que eles possam realmente aprender e ter o hábito saudável da leitura. Porque entendemos que somente através da leitura essa juventude poderá adquirir sabedoria”, informou irmão Cezar.

E na manhã da quinta-feira, 17 de Janeiro, a União de Esposas de Ministros (UNEMAD) participaram de um encontro especial na congregação Alto Refúgio, no bairro do Alto Branco. A palestra ministrada pela irmã Miriam Brandão destacou as prioridades da mulher e sua intimidade com Deus, ensinando as participantes a organizar melhor a vida com sabedoria.

Cada mulher que toma consciência dessa responsabilidade de que a prioridade é Jesus, então ela percebe que depois vêm as demais coisas. Vem mais oração, mais intercessão, mais meditação, leitura da palavra e a vida espiritual. Estando como prioridade o Senhor vai abençoando sua vida. Dando tudo àquilo que nós precisamos”, lembrou.

A supervisora da UNEMAD, Kátia Nunes explicou a importância de ter uma reunião somente para as mulheres.

Esse ano, nós ouvimos a irmã Miriam que palestrou apenas para as mulheres. De mulher para mulher. Ela como esposa de obreiro entende o que nós passamos, e não tem nada melhor que uma pregadora, uma ensinadora compartilhando suas experiências, aquilo que Deus colocou em sua vida, para nos ensinar”, destacou Kátia.

Momentos preciosos na presença do Senhor produziram edificação espiritual para essas mulheres que saíram do encontro renovadas e prontas para realizar a obra que o Senhor as confiou. Como disse Linalda Araújo da igreja em Nova Floresta (PB).

Esse é um momento único para nós que passamos o ano inteiro ansiosa por esse período. Aqui encontramos as companheiras, trocamos experiências e também aprendemos coisas importantes para passar mais um ano abastecidas levando os ensinamentos para as outras ovelhas”, disse.

  

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Anderson Matheus

Compartilhar é se importar!