Congregação Príncipe da Paz promove seminário escatológico

As profecias presentes nos 22 capítulos do livro de Apocalipse têm aguçado cada vez mais a curiosidade da humanidade, que busca a todo instante entender as verdades reveladas ao apóstolo João. Com a finalidade de gerar uma compreensão plausível sobre o último livro da Bíblia Sagrada, a Congregação Príncipe da Paz, no Setor 12 da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG), realizou de 19 a 24 de março um seminário escatológico, descortinando algumas dúvidas sobre a temática.

Segundo o pastor Eudes Marques, tal abordagem veio ao encontro daquilo que nós podemos pesquisar nas Sagradas Escrituras, trazendo mais esclarecimentos aos irmãos para que eles assim possam crescer em graça e em conhecimento diante de Deus, diante dos homens e também para que haja um despertamento para que a igreja venha santificar mais a sua vida, tendo em vista a brevidade da volta do Senhor Jesus Cristo“.

Um dos temas que compôs o ciclo de palestras foi ministrado pelo evangelista Tiago Rosas, que abordou um dos fatos mais aguardos pela igreja do Senhor. “Eu estive falando sobre o arrebatamento da igreja, que é o primeiro desses eventos da linha escatológica quando Cristo vier para tirar a Sua igreja desta terra. É o grande rapto ou como os teólogos chamam o grande sequestro, porque Deus vai nos tirar daqui repentinamente e nos levar para o encontro com Cristo nos ares conforme nos garante a Palavra do Senhor”, expôs.  

De acordo com os organizadores do evento, a cada plenária marcaram presença cerca de cem participantes. Um deles foi Tony Marinho (22), que ao longo de seis dias aprendeu ainda mais sobre o estudo profético das Escrituras Sagradas. ” Esse é um dos motivos que me trouxe aqui para  eu tirar muitas dúvidas e também aprimorar os meus conhecimentos”, comentou.

O seminário escatológico também atraiu educadores cristãos como Dessirée Santos, que enxergou no evento a oportunidade de envolver os jovens e alertá-los sobre a vinda de Cristo. “A aplicabilidade desse estudo faz com que a gente realmente fique bastante satisfeito, porque os nossos jovens –  vou falar por eles – têm pedido justamente estudos como esse. E falar sobre o tema Escatologia, falar sobre um tema voltado ao fim dos tempos nos faz refletir sobre a vigilância da igreja”, assegurou a participante.

Na tarde do último sábado (23), a ênfase foi dada ao julgamento divino descrito pelo apóstolo João em Apocalipse 20:11-15. Através de sua aula, o pastor Darley Gouveia contribuiu para o fortalecimento espiritual do povo de Deus. “Todos querem saber o que há de vir, porque os fatos que já foram e os que estão acontecendo nós sabemos porque estamos vivos, mas o amanhã pertence a Deus. Então, eu considero um tema atual assim como todo tema bíblico presente em toda as Escrituras. Assim como nós tivemos a criação, no Gênesis, teremos a consumação de todas as coisas e foi acerca disso que meditamos sobre o Juízo Final que há de vir”, pontuo o ministro.

Ainda segundo o pastor Eudes Marques, o estudo sistemático da Palavra de Deus na congregação do IPEP através dos temas propostos “se entrelaçam entre si e é interessante notarmos que sem mesmo não se reunido para saber até onde podiam ir para não invadir o terreno do outro, eles deram continuidade justamente aquilo que tinha sido abordado no dia anterior“.

Para quem esteve envolvido nas aulas sobre Escatologia essa experiência mostrou-se oportuna, uma vez que “temos que lembrar que o fim dos tempos não é um tema que deve causar medo, mas não, um verdadeiro cristão é um tema que traz alegria, uma esperança,que tudo aqui se acabará, mas existe uma glória preparada pelo nosso Deus para nós“, acrescentou Desirée.

Além de terem seus questionamentos esclarecidos, os participantes foram estimulados a buscar mais ao Senhor e aguardar a Sua vinda. “Iniciativas como essa, tratando de um tema específico, desperta no cristão, no crente, o desejo de conhecer mais. Como consta na Palavra de Deus em Oséias: Sigamos e prossigamos em conhecer ao Senhor e o conhecimento de Deus se dá na pessoa de Cristo através da Sua Escritura”, destacou o pastor Darley Gouveia.   

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Veneziano Gonçalves  

Compartilhar é se importar!