Educadores da Região do Agreste participam do COFEC

‘O que ensina, esmere-se no fazê-lo’ (Romanos 12:7) tem sido o tema abordado durante a programação do Curso de Formação para Educadores Cristãos (COFEC), que desde o mês de março ocorre nas igrejas filiadas.

No último sábado (20) foi a vez da Igreja Evangélica Assembleia de Deus no município de Queimadas sediar o evento, recebendo cerca de 180 participantes. “Para nós é um privilégio imenso receber o primeiro COFEC aqui na Região do Agreste II. Nós temos aqui cerca de 17 igrejas, entre cidades e distritos. Para nós é uma bênção, porque eu sou professor também e tenho um zelo muito grande pela parte do ensino, principalmente o ensino bíblico”, discorreu o pastor Francisco Monteiro.

Nas palavras do Ev. Welthon Pinheiro, secretário do Conselho de Educação e Cultura (CEC) da Convenção de Ministros da denominação em Campina Grande e no interior do Estado da Paraíba (COMEAD-CGPB), a iniciativa volta-se acapacitar nossa liderança, porque nós entendemos que,  por meio da Palavra, existe crescimento. Paulo disse: Eu plantei, Apolo regou, porém Deus deu o crescimento. O crescimento vem pela Palavra, porém se mantém por meio do ensino. Então, o COFEC vem com esta sapiência, com esse caráter, com esse perfil de formar, de ornar na nossa liderança, a torná-la mais forte para termos uma igreja mais sábia, mais prudente, mais equilibrada, mais madura”.

Apresentando a Bíblia Sagrada como manual do professor da Escola Bíblica Dominical (EBD), o pastor Daniel Carlos Santiago enfatizou a necessidade de se qualificar em prol do aprimoramento do ensino na Casa de Deus. “A capacitação hoje é fundamental e faz total diferença. O tempo em que pessoas não habilitadas, não aptas a assumir funções no quadro da EBD já passou, porque a informação hoje ela se multiplicou, as pessoas têm acesso à informação e nós educadores precisamos estar cada vez mais capacitados. E a Bíblia diz: Aquele que ensina, esmere-se no ensino, em fazê-lo, em ensinar“, ratificou o coordenador geral da EBD em Campina Grande.

      

Dentre os que se inscreveram no COFEC esteve o auxiliar Robervânio Silva, que leciona na classe de jovens no município de Alcantil. “É uma experiência maravilhosa nesta noite aprender algo da parte de Deus com homens e mulheres de Deus que têm estudado para nos ensinar e vamos sair daqui regozijados e aprendemos muitas coisas da parte do Senhor nosso Deus mediante essa preparação, desse COFEC para que nós possamos levar também o conhecimento para os nossos alunos”, disse.

Quem também partilha desse mesmo pensamento é a professora da Classe Adultos da igreja em Queimadas, Marília Mendonça, que enxergou no curso a oportunidade de se manter atualizada nos estudos bíblicos. “O que nos motiva a fazer uma capacitação é sempre aprender um algo a mais. Em sempre trazer uma novidade para os nossos alunos, até mesmo porque a gente não pode viver engessado. Então, sempre, tudo o que é novo nos traz recompensas mais na frente. É sempre bom o professor se capacitar para que os nossos alunos tenham essa mesma vontade de também aprender mais”, expressou.  

Em sua palestra, a doutora Marta Nóbrega discorreu acerca da didática no ensino bíblico, compartilhando com os professores do Agreste suas experiências no campo da literatura. “Pensar a prática do ensino da literatura envolve questões metodológicas, questões de aplicabilidade, questões de didática também então, com a ajuda do Espírito Santo, o Espírito Santo vai nos direcionando e como trazer esse conhecimento para dentro das questões teológicas e como também para pensar no espaço educacional da igreja”, esclareceu a palestrante.

E enquanto no Templo aconteciam as palestras para os professores de jovens e adultos, logo ali, no anexo da igreja, os educadores infantojuvenis recebiam instruções de como planejar uma aula criativa a partir da utilização dos recursos visuais. “Sabemos que num determinado público nós temos pessoas que são táteis, pessoas visuais, como pessoas também sinestésicas e auditivas. Então, assim, nós trouxemos materiais que contribuem para o desenvolvimento das aulas, apresentando um plano de aula diferenciado para cada professore de EBD”, explanou a pedagoga Betânia Luz.

Quem também integrou a programação voltada para os educadores que lidam com o público infantil foi a psicopedagoga Helania Veríssimo, que trouxe lições práticas de como tratar questões urgentes no âmbito do ensino bíblico. “Nós estamos atualmente com umas crianças muito com crises de ansiedade e a Psicopedagogia traz isso: como trabalhar com crianças que apresentam esse tipo de transtorno e de como lidar com elas. E através da Palavra do Senhor é que nos obteremos a ajuda necessário. Mesmo a gente tendo a experiência como formação, mas o melhor é o Espírito Santo nos guiar e nos proporcionar momentos de como realizar isso com as crianças”, compartilhou.  

Confira abaixo quais cidades irão sediar as próximas palestras do COFEC:

1 de maio
Região da Borborema
IEAD São José da Mata – PB

11 de maio
Região do Cariri Ocidental
IEAD Juazeirinho – PB

25 de maio
Região do Agreste I
IEAD Fagundes – PB

25 de maio
Templo Central da IEADCG

1 de junho
Região do Cariri Ocidental
IEAD Monteiro – PB

22 de junho
Região do Sertão Paraibano
IEAD São Bento – PB

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Veneziano Gonçalves

Compartilhar é se importar!