Vacina contra a rebelião e seus males

1 Samuel 15. 23
“Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e o porfiar é como iniquidade de idolatria…” (ARC)
“A rebeldia é um pecado tão grave quanto a feitiçaria, e persistir no erro é um mal tão grave quanto adorar ídolos” (NVT).
Quando se vacina contra uma determino vírus, se vacina contra todos seus males, que são: febre, dores no corpo, vômito, desânimo, entre outros, que podem levar a morte.
1. A rebeldia começou no céu (Is 14.13,14; Ez 28.14-17)
2. Se estendeu para a terra (Gn 3.5,6; 4.8).
3. Continuou e continua no meio dos homens até o dia de hoje: (Gn 9.20-22; Nm 12.1,2; 16.1-3; 1Sm 13.8,9; 15.8,9; 2Sm 15.1-6,10; Jo 12.3-5; Lc 22.47,48; 2Tm 4.14,15; 3Jo 9,10; Jd 8).

1. CONSEQUÊNCIAS DA REBELDIA:

a) O anjo de luz, transformou-se em satanás (Ez 28. 18,19; Is 14.16-19);
b) Adão e Eva, perderam a posse de não morrerem e receberam várias maldições (Gn 2.17; 3. 16-19);
c) Caim, tornou-se maldito, fugitivo e vagabundo na terra, e por mais que se esforçasse, a terra seria infrutífera para ele (Gn 4.11,12); “O solo não lhe dará boas colheitas, por mais que se esforce!…” (NVT). O nome de Caim é lembrado no Novo Testamento como alguém que era do maligno (1Jo 3.12);
d) Cam, foi amaldiçoado pelo seu pai e condenado a ser servo de seus irmãos por toda a vida. Significa dizer que nunca seria senhor de nada (Gn 9. 25). De sua descendência veio Ninrode (Gn 10. 6,8). Rebelde só gera rebelde (Gn 10. 10). Confira na sequência da leitura do capítulo 10 de Gênesis, que toda a linhagem dos inimigos do povo de Israel saíram da linhagem de Cam (Gn 10. 8-20);
e) Miriã e Arão, foram corrigidos por Deus, e Miriã ficou leprosa (Nm 12. 8-9);
f) Coré e sua congregação, foram tragados pela terra (Nm 16. 31-33);
g) Saul,  perdeu o reino e morreu de morte trágica, suicidando-se (1Sm 13.14; 16.1; 31.4);
h) Absalão, morreu pendurado pelos cabelos em um carvalho (2Sm 18.9,14);
i) Judas, morreu na perdição, em uma morte trágica, tirando a sua própria vida (At 1. 17-19);
j) Himeneu e Alexandre, foram entregues a satanás (1Tm 1. 20). Certamente o final desses homens foi muito triste, sem nenhuma glória para Deus em seus ministérios;
k) Diótrefes, levou uma dura repreensão do apóstolo João, e a história dele que ficou escrita, não inspira a nenhum de nós (3Jo 10).

2. BÊNÇÃOS DA FIDELIDADE

a) Abel, é lembrado pelo escritor aos hebreus, como alguém que, pela sua fé, mesmo depois de morto ainda fala (Hb 11. 4). Mas fala muito alto! E fala coisas excelentes. Como é bom lembrar de um obreiro fiel que já partiu à estar com o Senhor!;
b) Sem, que juntamente com seu irmão Jafé, cobriu com a capa a nudez de seu pai Noé (Gn 9. 23), foi abençoado, pois de sua descendência veio Abraão, pai de nossa fé (Gn 11. 10-26). Enquanto Cam rasgava a todo pulmão o que Noé tinha feito, seus irmãos mantiveram segredo e discrição. Que grande bênção para aquele homem que soube cuidar de seu velho pai, reconhecendo que foi através dele (Noé), que eles estavam vivos, pois o mesmo crera na Palavra do Senhor para a construção da arca (Gn 6.22);

CONCLUSÃO:
O pecado da rebelião e tão terrível que é comparado ao pecado da feitiçaria e idolatria (1 Sm 15.23). A feitiçaria e a idolatria, que naquele tempo já eram considerados pecados gravíssimos contra Deus, foram comparadas pelo profeta do Senhor, no mesmo pé de igualdade com a rebelião (Ap 22.15). Os frutos da rebelião são terríveis (Is 14.10,11). Não há um exemplo sequer de rebelde que não colheu, a seu tempo frutos desastrosos. Portanto, amados irmãos, façamos sempre como os filhos dos profetas: quando quisermos realizar qualquer coisa, procuremos a liderança que o Senhor confiou à igreja, e, saibamos como devemos nos conduzir (2Rs 6.1,2). Amém.

Pr. Daniel Nunes da Silva 

Compartilhar é se importar!