Pr. Daniel Nunes celebra 8 anos à frente da IEADCG e COMEAD-CGPB

Em memória de Cristo, a membresia da Assembleia de Deus na cidade de Campina Grande e Região esteve reunida no Templo Central na noite da segunda-feira, 8 de julho, para em comunhão participar da sétima Ceia do ano. “Toda segunda semana do mês nós nos reunimos aqui para participar da Ceia do Senhor como o próprio Jesus nos ensinou. Então, a Ceia do Senhor é uma ordenança de Jesus  que, através de Seu Corpo e de Seu Sangue que foi partido e derramado por nós. Desta feita, celebramos ao Senhor, a memória de um Cristo vivo” , enfatizou o vice-presidente da denominação, Pr. Dari Ferreira.

Para quem costuma cercar a Mesa do Senhor todos os meses no Templo Sede, o ajuntamento se mostra oportuno para se regozijar e ter renovada a aliança com Cristo. “Participarmos do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, pois a Santa Ceia nos traz à lembrança a morte expiatória do Filho de Deus. E temos essa convicção de que Ele morreu e ressuscitou para nos dar vida, e vida em abundância”, disse o Pr. Edson Gomes, dirigente da Congregação Rocha de Israel.

E foi em meio a esse clima festivo, que o Pr. Daniel Nunes da Silva, juntamente com o Corpo de Cristo, agradeceu por mais um ano à frente do rebanho que o Senhor lhe confiou conduzir. Aos 55 anos de vida e com 37 de ministério, o líder da igreja em Campina Grande e Região chega ao seu oitavo ano à frente dessa obra, dando continuidade aos trabalhos evangelísticos e contribuído para a expansão do Reino de Deus.  “Eu vim da cidade de Picuí, estava pastoreando naquela época a cidade de Picuí  e com tudo aquilo que Deus moveu acabamos realmente sendo empossado no dia 10 de julho de 2011, encarei com muito temor e tremor, sabendo da grande responsabilidade que Deus estava colocando sobre os meus ombros naquele momento  mas não confiando em mim, mas confiando no Senhor, eu disse para Ele: Eis-me aqui, envia-me a mim”, recordou o pastor presidente.

A solenidade foi marcada por várias homenagens, as quais foram trazidas por amigos, familiares e companheiros de ministério. Uma delas foi feita pelo pastor José Ferreira que, na ocasião, esteve representando a Assembleia de Deus em Abreu e Lima (PE). “Estamos aqui felizes, em harmonia fraternal. E lembrando que, em últimos tempos, estamos falando do perfil de duas lideranças: a liderança amada, querida e a liderança temida. A liderança temida ela impõe respeito, a liderança amada ela agrega respeito. E o Pr. Daniel Nunes  ele tem o perfil da liderança querida. Por essa razão, ele agrega respeito em si“, expôs.

Quem também esteve presente na ocasião foram os familiares do pastor Daniel, que acompanharam de perto o seu desenvolvimento ministerial  e hoje observam com carinho as bênçãos do Senhor em sua vida. “Numa data tão especial, onde estamos adorando a Deus pelo oitavo ano,  onde o Senhor colocou o pastor Daniel – meu irmão – à frente desse trabalho como pastor presidente e nós adoramos ao Senhor e bendizemos a Ele, porque isso tudo são promessas  de Deus e como eu disse sempre – se hoje estar é porque realmente teve ‘joelhos’ que se dobraram para que isso acontecesse”, disse o seu irmão , Pr. Abel Nunes, que pastoreia a igreja na cidade de Monteiro, no Cariri Paraibano.

A missionária Maria Soares, a matriarca da família Nunes, também esteve presente na solenidade. “Desde criança ele foi muito usado por Deus. Já com seus 4 para os 5 anos saia distribuindo folhetos, assim, na rua para todas as pessoas. Aí, ele saiu distribuindo folheto, aquele ‘toquinho’ de gente. Aí chegou na porta de um bar – um homem sentado –  ele deu o folheto e disse: é coisa de crente?! Só pego para rasgar, para jogar fora. Daí, Daniel pegou e disse: Então, pegue, pegue. O homem pegou. Aí ele falou: agora, o senhor pode rasgar, só que o senhor fique sabendo que o senhor rasgou a Palavra de Deus”, rememorou a missionária sobre o início da trajetória de seus filho, Pr. Daniel Nunes.

O culto em ação de graças também contou com a participação do Pr. José Carlos de Lima, que à época foi quem empossou o Pr. Daniel Nunes presidente dessa igreja e da Convenção de Ministro no Estado da Paraíba. “Oito anos atrás eu tive o privilégio de estar aqui. Deus havia me falado na noite anterior que eu seria o pastor que daria posse ao novo presidente da igreja em Campina Grande. Mas Deus não me revelou o nome do pastor, mas eu fiquei surpreso quando depois das eleições me foi confirmado que o pastor seria o Pr. Daniel Nunes da Silva.  E pela graça e bondade de Deus, a Convenção e a Igreja me pediram para que eu desse posse a ele”, relembrou o presidente da União de Ministros das Assembleia de Deus no Nordeste (UMADENE).

Após tantas manifestações de carinho e respeito ao pastor presidente, o culto seguiu com a consagração do pão e do cálice, elementos que simbolizam o Corpo e o Sangue de Cristo. E quem esteve pela primeira vez cercando a Mesa do Senhor foi Everton Marques (15), que desceu às àguas batismais no dia 7 de julho. “Eu agradeço a Deus pela oportunidade que Ele está me dando de estar ceando pela primeira vez no Templo Central, onde meu tataravó ceou. Graças a Deus por isso! Eu vou permanecer firme em nome de Jesus, declarou o novo membro da igreja em Campina Grande.

Diante de tanto regozijo e mover do Espírito Santo, a igreja se mantém firme na promessa da vinda de Cristo e se expandido a cada dia através do empenho daqueles que, com amor, conduzem esse ministério. “Muitas coisas grandes o Senhor fez fisicamente de prédios, construções, de o acréscimo da igreja, mas as batalhas espirituais as batalhas minhas com Deus, muitas vezes nas madrugadas o Senhor me mostrando, me revelando, mostrando o caminho a seguir. Isso é o que mais tem marcado a minha vida ministerial ao longo desses anos”, finalizou o Pr. Daniel Nunes. 

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Jonathan Alves

Compartilhar é se importar!