Mais de 300 livros estão disponíveis na biblioteca da IEADCG

Títulos disponíveis na biblioteca da IEADCG

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) abriu recentemente às portas da biblioteca nas dependências do prédio anexo ao Templo Central. Cerca de 300 livros estão à disposição da comunidade evangélica para aprofundar seus conhecimentos nos mais variados temas.

De acordo com o responsável pela biblioteca, Isaias Soares de Oliveira, o acervo iniciou após um prêmio recebido em 2017 pela Livraria CPAD.

A biblioteca funciona há cerca de um ano, onde está aberta ao público em geral, membro da Assembleia de Deus. E tudo começou quando a irmã Rosilene Silva recebeu o prêmio Professor do ano em 2016, pela CPAD e aí veio uma doação em livros e nós estamos catalogando e disponibilizando para toda a igreja de Campina Grande”, disse.

Auxiliar Isaías Soares, folheando Bíblia datada de 1929

Os exemplares apresentam importantes obras nas áreas de teologia sistemática, pastoral, livros didáticos, além de dicionários, enciclopédias, a história dos hebreus.

Temos uma bíblia editada em 1929 que foi uma doação do jornalista Josué Sylvestre e que pertenceu também a seu pai Silvino Sylvestre. Passou pelas mãos do pastor Francisco Pacheco de brito e também do pastor Daniel Nunes da Silva, presidentes da IEADCG e agora faz parte do acervo de nossa biblioteca”, destacou Isaías.

Os interessados em utilizar os livros só precisam realizar um cadastro apresentando  documentos como RG, CPF e comprovante de residência e assim selecionar o material que deseja estudar.  “O membro da IEADCG tem acesso a esses livros por até 15 dias e caso não conclua o mesmo, poderá renovar sua permissão por mais 15 dias”, lembrou o secretário.

Quem quiser doar algum material novo ou semi novo para o acervo, também poderá entrar em contato através dos telefones (83) 3321-4803 ou 98803.6839. A biblioteca funciona nas segundas e sextas-feiras das 8 horas até meio dia, e nas quartas-feiras no período da tarde das 14h às 17 horas.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Veneziano Gonçalves

Compartilhar é se importar!