UFAD comemora 75 anos do Círculo de Oração em Campina Grande

União Feminina da Assembleia de Deus em Campina Grande-PB

A comemoração dos 75 anos do Círculo de Oração da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) aconteceu na quinta-feira (12), reunindo centenas de mulheres que levam adiante um legado de fé e perseverança. A programação desenvolvida pela União Feminina ao longo deste ano serviu para evidenciar a atuação desse ministério. “Nós começamos os primeiros trabalhos em agradecimento ao Nosso Deus. Trabalhos esses realizados nos setores da nossa cidade – onde temos 15 setores – e fizemos festividades em agradecimento a Deus por tudo que Ele realizou no nosso meio.E hoje estamos na culminância desses trabalhos”, compartilhou a 1ª Coordenadora da UFAD-CG, Rossana Freitas.

No Templo Central, o culto em ação de graças refletia a importância que o Círculo de Oração tem na vida da igreja, sendo “uma prova viva nós estarmos aqui nesse evento hoje com aproximadamente oitocentas mulheres, e é uma bênção saber que Deus ainda têm pessoas que buscam a Ele, que estão clamando por aqueles que estão caídos, desanimados, talvez até enfraquecidos na fé, mas nós estamos aí de joelhos”, ressaltou Ana Lúcia Albuquerque, que é a 2ª Coordenadora da UFAD- CG.

Conjunto Vozes Jubilosas

A trajetória desse trabalho foi relembrada pela liderança da igreja durante o culto em ação de graças. “Lá atrás, quando o Pr. Silvino Sylvestre chegou em Campina Grande veio para fazer história, juntamente com a sua esposa, a irmã Luiza Sylvestre. E essa história permanece até os dias de hoje. E isto certamente é a mão de Deus, a mão do Senhor que está estendida – esteve estendida ao longo da história – e hoje nós vemos essa multidão de mulheres que serve a Deus, ora e mantêm a Obra do Senhor em pé”, mencionou o Pr. Daniel Nunes da Silva.   

Uma das mulheres que tem se mantido constante no Círculo de Oração é a irmã  Jacira de Morais, que guarda consigo as lembranças do dia em que ingressou nesse ministério. “Dia 8 de janeiro de 1990 foram muitas maravilhas que o Senhor fez. Na época eu morava ali no bairro de Santo Antônio, e a Assembleia de Deus era na garagem da minha casa em frente à Igreja do Santo Antônio, aonde eu me casei, batizei meus filhos lá, e Jesus me resgatou dali e me colocou – logo após eu ter aceitado Jesus – à frente do trabalho de oração”, testemunhou.

Unida ao Conjunto Vozes Jubilosas, a cantora Fabiana Borges (BA) apresentou um repertório avivado e cheio da presença de Deus. “Isso eu só devo somente ao Senhor, que me fez uma promessa ainda criança e disse que onde eu fosse a minha voz iria e Ele iria falar através das canções. Isso é simplesmente cumprimento da promessa do Senhor Jesus”, disse.

Ministrando à luz do tema geral da festividade, baseado em II Timóteo 2.5, a pregadora Dal Rodrigues (AL) apresentou exemplos bíblicos de mulheres que se destacaram por sua fé em Deus. “Foi além das minhas expectativas. Mulheres como verdadeiro exemplo de fé. E essa noite Deus levantou um exército poderoso de pé até a volta dEle.Estou impactada com tudo que Deus fez aqui esta noite”, relatou.

Nas palavras da supervisora geral da UFAD-CG, Kátia Nunes, o evento reafirmou ainda mais a atuação das mulheres na Casa de Deus , mostrando-se “muito maravilhoso, e eu só tenho a agradecer, a louvar ao Senhor Jesus. Nós nos preparamos com oração, com jejum. E Deus Ele tem nos honrou com a Sua presença nessa noite”.  

Para quem participa das reuniões de oração, que ocorrem em um dia específico da semana nas congregações da cidade, o trabalho tem sido substancial para o fortalecimento da fé em Deus. “Para mim o Círculo de Oração significa base na minha vida. Foi aonde eu aprendi a Palavra de Deus, foi onde eu hoje tenho meus firmamentos, e hoje tudo que eu sou eu devo ao Círculo de Oração”, compartilhou João Victor Freire, vindo da Congregação Torre de Sião.  

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Arthur Lima / Veneziano Gonçalves