210 obreiros são consagrados no encerramento das festividades da IEADCG

Pr. Daniel Nunes da Silva

O término das festividades da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG) aconteceu sob muita expectativa por parte dos obreiros vindos das congregações da cidade e igrejas filiadas, uma vez que esses estavam prestem a serem consagrados dentro da programação, ocorrida na quinta-feira (16).  

Ao todo, foram elevados a cargos ministeriais 210 obreiros, sendo separados 76 ao diaconato, 66 consagrados ao presbitério e ordenados a evangelistas e pastorado, respectivamente 42 e 26. Um momento emocionante para quem tem se dedicado com afinco ao serviço na Casa do Senhor. “Deus nos dá esse privilégio para a gente trabalhar na Seara, que é grande, e eu estou muito grato a Deus, porque é mais uma oportunidade que Ele está me dando de fazer à Sua Obra com amor como a gente já tem feito”, expôs o presbítero Luciano da Costa Machado, do município de Queimadas-PB.  

Em meio aos pastores ordenados na cerimônia esteve João Alcântara. Após se recuperar de um grave acidente, que sofreu no ano passado, ele compartilha da satisfação de chegar até aqui: “Eu estou muito feliz, alegre, porque o Senhor me chamou, e graças a Deus continua nos capacitando para esse ministério. Eu fico muito feliz também pelo grande livramento  que o Senhor me deu, glória a Deus, que sou um milagre do Senhor. Então, só tenho a agradecer ao meu pastor presidente que, glória a Deus, Deus usou ele, usou nossos pastores para reconhecer o meu ministério diante do Senhor Jesus Cristo, testemunhou.

Vindo de Monteiro, o irmão Inácio Batista teve reconhecido o trabalho que vem desempenhando há mais de três décadas em sua cidade. “É uma história que começou em 1987. O pai do Pr. Daniel, pastor Sebastião Nunes da Silva, era o então pastor, e ali nós aceitamos a Jesus. Nessa época, em 1987, e nunca paramos de servir cooperar nos trabalhos do Senhor e até hoje estamos com o Pr. Abel Nunes lá, servindo ao Senhor lá”, recordou o recém-consagrado.

Pr. João Alcântara e sua esposa

Acompanhados de suas esposas, os obreiros reafirmaram o compromisso de cumprir o ministério para o qual foram vocacionados. “Sabemos que não são todos os que são chamados – são realmente poucos os que são chamados ao ministério pastoral –  e a responsabilidade ainda é maior sobre os ombros do ministro, que precisa realmente se empenhar ainda mais na Obra do Senhor e precisa, com certeza, ter uma vida ainda de maior intimidade com Deus. Então, eu recebo com grande alegria, mas também com grande tremor diante da igreja e diante, principalmente do Senhor Nosso Deus”, declarou o pastor Keiler Nunes.

O evento contou ainda com a leitura do expediente feita pelo Pr. Dari Ferreira, que trouxe ao conhecimento do público o remanejamento previsto para as igrejas filiadas como também o nome dos integrantes da Mesa Diretora da COMEAD-CGPB, sendo eles:    

Pr. Daniel Nunes da Silva (Presidente)
Pr. Dari Ferreira da Silva (1º Vice-presidente)
Pr. Severino Ferreira de Lucena (2º Vice-presidente)
Pr. Francisco da Conceição Marques Monteiro (1º Secretário)
Pr. José Eriosvaldo de Farias (2º Secretário)
Pr. Oziel Câncio da Silva (1º Tesoureiro)
Pr. Sílvio Jorge Pires Tenório (2º Tesoureiro)
Pr. Jailton Barbosa da Silva (Comissão de Assessoramento)
Pr. Antônio Carlos dos Santos (Comissão de Assessoramento)
Pr. Osvaldo Vaz de Oliveira (Comissão de Assessoramento)
Pr. Abel Nunes da Silva (Secretário adjunto)

Ao longo da semana alusiva às festividades da igreja, o pastor Daniel Nunes aproveitou a oportunidade para anunciar o projeto da construção do novo templo, prevista para acontecer ainda este ano. “Passamos praticamente o ano de 2019 todo, preparando juntamente com os arquitetos e engenheiros, trabalhando para que neste ano – o mais rápido possível – quem sabe março, abril, a gente esteja dando realmente o pontapé inicial para que essa, esse sonho do novo Templo se torne realidade“, adiantou o pastor presidente.

E durante a cerimônia de consagração o que não faltou foi a presença do Espírito Santo confirmando, assim, o propósito de Deus na vida de cada obreiro. Nós  glorificamos a Deus hoje muito, porque o poder de Deus caiu no nosso meio e nós vimos a ação do Espírito Santo como confirmando as consagrações, as separações de diáconos as ordenações de pastores e evangelistas. Então, nós podemos ver como uma autenticação do Espírito Santo em tudo isso portanto louvamos a Deus por tudo que aconteceu”, conclui o Pr. Daniel Nunes.

Reportagem: Victor Posse
Imagens: Jonathan Alves