A programação festiva também envolveu eventos paralelos

8ª Escola Bíblica de Obreiros Mirins

Durante as festividades da IEADCG, o público infantil também foi contemplado. No Templo Central, mais de 80 crianças participaram da 8ª Escola Bíblica de Obreiros Mirins, entre os dias 13 e 16 de Janeiro.

De acordo com a coordenadora da EBOM, Gláucia Maria Leal esse ano os trabalhos foram realizados no turno da noite, mas também tiveram um bom público.

Foi uma experiência bem mais expansiva, porque recebemos crianças não só crianças que estão participando com seus pais, mas recebemos também crianças daqui da cidade, crianças não crentes e o efeito com certeza é um efeito positivo”, disse.

Através de dinâmicas e contação de histórias, as crianças aprenderam sobre Jesus e puderam sentir a presença de Deus durante os cultos.

Na EBOM, os pequenos foram os protagonistas. Eles revelaram seu talento no louvor, fizeram a leitura bíblica e alguns até pregaram. Foi assim com a pequena Raquel Pereira de Andrade de 9 anos também falou: “está sendo muito legal. É muito bom, estou achando bastante bem legal, ainda mais a presença de Deus”.

E esse entusiasmo tem um objetivo importante: formar adoradores que amem estar na Casa do Senhor e sejam despertados a compartilhar o Evangelho. “Eu aprendi que a palavra de Deus se infiltra até mesmo nos lugares mais difíceis de conseguir. E até as pessoas que se afastaram do evangelho, a palavra consegue atrair”, descreveu Nathan Pietro Araújo de 10 anos.

Para Gláucia Leal, o intuito é ensinar às crianças a palavra e prepará-las para servir ao Senhor em sua obra.

Nossas crianças precisam entender que somos realmente pregadores do evangelho, somos mensageiros da palavra dele e que nossas crianças cresçam com esse mesmo espírito conhecendo a verdade. Através de atividades dinâmicas, de louvores de momentos em que eles se relacionam também uns com os outros”, destacou.

Palestra para Mulheres

Mas não foram só as crianças que tiveram uma programação diferenciada. As esposas de obreiros também desfrutaram de um tempo exclusivo para elas na manhã da quinta-feira, 16 de janeiro, no Espaço de Eventos.

Segundo a coordenadora da União de Esposas de Ministros da Assembleia de Deus (UNEMAD- CGPB), Kátia Nunes, esse foi um momento especial para compartilharem experiências e serem renovadas pela presença de Deus.

Hoje é o ultimo dia, mas é um dia em que elas estão regozijadas na presença do Senhor e eu sei que elas estão se sentindo renovadas nesse dia que Deus preparou, pois o Senhor tem preparado para cada uma delas, para se fortalecer e quando chegar no campo, transmitir aquilo que aprenderam, para ter forças para trabalhar”, falou.

E elas soltaram a voz para exaltar ao Senhor. Além do conjunto de esposas de obreiros, várias cantoras e o grupo de louvor do Templo Central, conduziram o público a momentos de adoração.

Mas foi a ministração da Palavra, com a psicóloga Edivanilda Nicácio (AL) que mais quebrantou os corações. “A palavra do Senhor é tanto para homens como para mulheres, e falamos sobre a preocupação de Paulo em não colocarmos coisas novas, a importância que Paulo deixou para nós de pregarmos a palavra verdadeira e não sermos influenciados com o mundo”, destacou.

Uma das participantes,  Géssica Gezebel de Souto da AD Pindurão (PB) compartilhou da alegria por aquela manhã de edificação em suas vidas.

Para mim é um privilegio muito grande estar participando desse grande evento de mulheres, onde já sentimos a presença de Deus em nosso meio. É muito importante estar aqui todos os anos nos fortalecendo, nos enchendo, sendo renovados mais de Deus”, finalizou.

Reportagem: Leonarda Barros
Imagens: Jonathan Alves / Anderson Matheus

Compartilhar é se importar!