Coral Silvino Silvestre comemora Jubileu de Brilhante

Coral Silvino Silvestre

Em mais de sete décadas, muitas vozes do coral Pr. Silvino Silvestre semearam o louvor, germinando frutos que até hoje permanecem na Casa de Deus. E para expressar gratidão por 75 anos de existência, o grupo realizou no último domingo (15) um culto em ações de graças, no Templo Central da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campina Grande (IEADCG). “O coral  tem crescido, tem se fortalecido, ele tem melhorado na sua qualidade também. Então, nós vemos hoje um coral com muita qualidade, com muita afinação, muito gostoso de ouvir. Eu louvo a Deus por estarmos chegando nessa data – aos setenta e cinco anos do nosso coral – e podendo celebrar ao Senhor num culto tão maravilhoso como esse”, destacou o Pr. Daniel Nunes da Silva, presidente da IEADCG.

Para honrar a sua trajetória e relembrar momentos e pessoas marcantes, os coristas apresentaram uma homenagem, na qual enfatizaram a chama do Espírito Santo, que tem permanecido viva em seus corações ao longo do tempo. “ Para mim não tem presente maior do que este, de estar aqui à frente do coral”, expressou o Pb. Izaías Gomes, maestro do coral há 9 anos. Como tema para o Jubileu de Brilhante, eles escolheram o Salmo 119:54a: “Os teus estatutos, oh Senhor, têm sido o tema dos meus cânticos.” De acordo com o maestro, a temática foi selecionada levando-se em consideração o elo que existe entre a Palavra de Deus e os louvores. “Eu comecei a pedir ao Senhor um tema que desse certo, que tanto falasse na Palavra como também nos louvores, porque geralmente  os corais cantam mais hinos que estão na harpa, nos coros sacros, nos temas celestes, e foi baseado nisso que eu escolhi este tema.”

Integrando a programação, estiveram presentes o Vocal Cântico Celeste, vindo de Recife, e o Pr. Antônio Alves, presidente da Assembleia de Deus em Itororó (BA), convidado para ser o ministro da Palavra: “Para mim é um prazer muito grande  participar de uma festividade, eu tenho até como um presente de Deus.  Eu me senti à vontade em pregar sobre o tema de adoração, porque é isso que o coral faz, ele se expressa nos seus louvores com a sua música, com mensagens de verdadeira adoração a Deus”. O evento também teve a participação dos conjuntos locais – Geração Eleita e Cântico Pentecostal – e da Orquestra Átrios de Louvor.

O grupo que atualmente é formado por 58 pessoas, além de proporcionar momentos de adoração através da música sacra, também promove um encontro de gerações. Um exemplo disso é o irmão Paulo Rafael, corista há 54 anos:  “Até hoje estou por aqui. A voz ainda tá querendo arranhar – oitenta e um anos , mas sigo firme nesse propósito.” E é unindo as vozes, tanto as mais antigas quanto as mais jovens, que o coral Pr. Silvino Silvestre segue adiante: “Pra mim tem sido motivo de muita alegria ser o componente mais novo, e eu tento cada dia mais me espelhar nos irmãos que passaram por esse coral que foram irmãos importantes para nós”, disse Kadmiel da Silva, de 16 anos, que é o componente mais jovem.

A festividade foi coroada com uma alma para Cristo, que após ser quebrantada pelas canções e pela Palavra, se rendeu aos pés do Senhor. Com esses frutos, o coral Silvino Silvestre continua brilhando como astros no mundo, firme na Esperança de que o seu  louvor se estenderá nos céus. “Eu desejo que este coral continue sempre brilhando. E que venha mais jubileus pela frente, é, é o único grupo que  a gente percebe que nos céus vai continuar e que todos vão participar no céu de um grande coral?, incentivou o Pr. Antônio Alves.

Reportagem: Sara Albuquerque
Imagens:
Anderson Matheus