DIANTE DESSA GRAÇA

E todos nós recebemos também da sua plenitude, com graça sobre graça” (Jo 1. 16)

Diante de tão grande graça me arrependo e me humilho. Me ajoelho e suplico o seu perdão. Sinto-me ser levantado por sua poderosa mão, e ouço sua voz me chamando de filho.

Diante de imensurável graça recebo os dons do Espírito Santo. Posso decifrar coisas jamais vistas, ouvidas, sentidas ou percebidas. O som que sai de meus lábios não é outro, senão o som que vem do profundo da alma e das cordas do coração. E somente posso pronunciar graça sobre graça, pois por essa graça me deste salvação.

Diante da universal graça contemplo a verdade. Verdade essa que me fala de justiça e amor. Amor tão grande que me traz saúde. Não há como traduzi-la de outra forma, a não ser, favor.

Diante dessa graça contemplo o meu Cristo. Deus conosco o Emanuel. Pois, por essa graça me sinto perdoado, e mesmo nesta vida terrena já posso contemplar o Céu.

Diante dessa graça a vida eterna me espera. Vida gloriosa, jubilosa e triunfante. Diante de tamanha graça é só felicidade, e dessa graça que é de graça flui a vida abundante.

Pastor Daniel Nunes da Silva