O QUE VIRÁ DEPOIS?

Porque os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem coisa nenhuma, nem tão pouco ele têm jamais recompensa, mas a sua memória ficou entregue ao esquecimento” (Ec 9. 5).

O livro de Eclesiastes demonstra a aflição desesperadora, além do pessimismo do existencialista que procura o sentido de tudo no universo criado, e na experiência apenas da vida terrenal, sem considerar que exista a eternidade.

Há leitores da Bíblia, que se apegam a esses textos, e se tornam céticos quanto ao mundo vindouro. Porém, devemos atentar para as palavras finais do pregador, quando diz, “De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau” (Ec 12. 13,14).

Na verdade a nossa existência, não consiste apenas nesta vida terrenal, passageira e ilusória, onde Salomão diz que “tudo é vaidade”. Sim, tudo é tão fugaz, lépido. O pregador, ilustra muito bem a fugacidade da vida com as analogias do capítulo 12. 2-7 do mesmo livro, admoestando a todos, que lembrem do Criador enquanto ainda são jovens.

A Bíblia é claríssima ao advertir-nos sobre a vida futura, bem como a recompensa por todos os nossos atos praticados por meio do corpo, sejam esses atos bons ou maus. Vejamos: “Mas esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos, porque a vossa obra tem uma recompensa” (2Cr 15.7); “Dizei aos turbados de coração: Esforçai-vos e não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará” (Is 35.4); “Porque todos devemos comparecer ante o tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o que tiver feito por meio do corpo, ou bem ou mal (2Co 5.10); “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará” (Gl 6.7).

Não vamos viver esse existencialismo exacerbado, preocupado apenas com as coisas deste mundo, esquecendo-nos que aqui tudo passa. Vamos nos dedicar àquilo que é eterno, amando nosso Deus sobre todas as coisas, levando Cristo aos corações dos homens, pois, finalmente, é com Ele que vamos viver eternamente.

A vida não termina com a morte do corpo. O que virá depois, pode ser um grande mistério para os céticos, ateus,  materialistas e existencialistas; mas, para o cristão fiel não.  Jesus disse: “… vou preparar-vos lugar”. Depois daqui, teremos o céu!

Vosso em Cristo,

Pastor Daniel Nunes da Silva