A VISÃO DOS OSSOS SECOS

Ezequiel 37.1-14

Esse texto da Palavra de Deus, fala de coisas difíceis. Uma visão difícil de se ver; uma pergunta difícil de responder; um fato difícil de acontecer. Porém, há um pergunta no livro de Gênesis 18.14 que diz: “Haveria coisa difícil ao Senhor? A resposta seria, não, não há. Portanto, nosso Deus é o Deus do impossível.

Mattew Henry nos diz que esta visão, também representa um tripla ressurreição, a saber:

1.    A ressurreição das almas, da morte causada pelo pecado para uma vida de justiça, que será também uma vida santa, espiritual e divina (Ef 2.1; 5.14).

2.    A ressurreição da Igreja de uma condição de perseguição e aflição sob o jugo de uma Babilônia do Novo Testamento, para a liberdade e da paz.

3.    A ressurreição do corpo dos salvos no grande dia (1Co 15. 51,52).

Vamos fazer uma análise mais sistemática da visão dos ossos secos.

1.    A deplorável condição em que se encontrava esses ossos (Ez 37. 1,2). Eram muitos, espalhados, desarticulados e sequíssimos. Existem multidões desses mortos no vale (Jl 3.14).

O profeta Ezequiel foi convencido que somente o poder de Deus poderia resolver aquele caso (v 3). “Filho do homem, poderão viver esses ossos? Isso seria provável? Podes imaginar como poderia ser feito? Pode a tua filosofia colocar vida nesses ossos secos? “Não”, diz o profeta. “Não sei como isso seria feito, mas tu sabes”.

Veja que ele não diz “Eles não podem viver. Ele não limita o poder da presciência e do poder de Deus”, ele diz “Tu o sabes”.

Quando Deus pergunta, é porque Ele já sabe que seu poder é ilimitado para fazer tudo. “Haveria coisa difícil ao Senhor? (Gn 18.14).

2.    Os meios usados para reunir os ossos dispersos, e trazer novamente a vida.

a.     Através da Palavra, ou da pregação (Ez 37.4; Sal 107.20; Mt 8.8; Hb 4.12; 1Pe 1.23). “Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para…” (2Tm 3.16),

b.    Através da oração. Os mortos reviveram em resposta a sua oração (Ez 37.9) A oração de um justo pode muito em seus efeitos (Tg 5.16). Vejamos mais sobre o efeito da oração (2Cr 7.14; Jó 42.10);

Deus nos convida a profetizarmos sobre ossos secos. Alguém pode até duvidar e dizer: Eles continuam mortos, mas, continuemos a clamar, “Ossos secos, ouvi a Palavra do Senhor”.

Profetizar sobre ossos secos parece um castigo tão grande quanto regar galhos secos. Lembremos, porém, da vara seca de Arão (Nm 17. 6-8). Deus faz florescer os galhos secos, faz jorrar água da dura pedra e ressuscita sonhos que já estão mortos.

3.    O maravilhoso efeito desses meios. Se fizermos conforme o mandato do Senhor, não devemos duvidar do sucesso ao enfrentarmos as dificuldades.

a.     Lembremos de Moisés diante do mar vermelho (Êx 14. 15,16,21);

b.    De Josué ao passar o Jordão (Js 3. 5-8,15,16);

c.     Ezequiel disse: “Então profetizei como se meu deu ordem” (Ez 37.7).

  •        A palavra não era do profeta, ele dizia: “Ouvi a Palavra do Senhor”. Qual era a Palavra do Senhor? Vejamos nos versículos 5,6: “… eis que farei entrar em vós o espírito, e vivereis. E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele, e porei em vós o espírito, e vivereis, e sabereis que eu sou o SENHOR”.
  •      O  profeta viu que o milagre já estava acontecendo (Ez 37. 7,8);
  •     O som vinha do céu, um som de um vento, das suas asas ( Ez 1. 24);
  •       Deus é perito em ruídos milagrosos (2Sm 5.24);
  •      Ossos secos e espalhados começaram a se mover quando foram exortados a ouvirem a Palavra do Senhor;
  •     Literalmente ocorreu quando Ciro proclamou a liberdade dos judeus (Ed 1.1-4), no ano de 538 a.C.
  •     Mesmo sendo o corpo humano de um adulto formado por mais de 200 ossos, nenhum osso, desde o menor osso, que é o estribo, um osso que compõe o sistema auditivo, até o fêmur, errou a sua relocação em cada corpo, indo exatamente ao seu devido lugar. Deus não erra. As coisas vão chegar ao seu devido lugar. Os terremotos de Deus não causam vítimas, apenas abrem portas (At 16.26);
  •    Isso acontecerá na ressurreição dos mortos na vida do Senhor. Os átomos dispersos serão enfileirados e dirigidos aos seus próprios lugares e em ordem, e cada osso se voltará ao seu osso (1Co  15.52);

4.    Deus não faz obras imperfeitas. Os corpos estavam formados, mas sem vida. Eles ainda não tinham o espírito. Stanley Jones disse: “Uma igreja sem o Espírito Santo, é como um cadáver enfeitado, muito bem ornamentado, mas, sem vida”. Assim estavam os corpos no vale. Agora já não era mais um vale de ossos, mas um vale de corpos sem vida. A obra precisava continuar! Então foi dada nova ordem: “E Ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor Jeová: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam” (Ez 37.9). Ver Zc 6. 5,8.

  •       Ezequiel profetizou e o milagre aconteceu (Ez 37.10); Está faltando verdadeiros profetas de Deus na terra.
  •     O espírito da vida vem de Deus, assim como para Adão no princípio (Gn 2.7);

Para Deus não há impossível. Das pedras o Senhor pode suscitar filhos para Abraão, quer dizer, de ossos secos;

Creia no milagre de Deus.